Projeto Robopocalypse, de Steven Spielberg, é adiado, mas ele garante que não foi cancelado

Longa será baseado em best-seller de ficção e tinha, até então, Anne Hathaway e Chris Hemsworth como nomes mais cotados para o elenco

Redação Publicado em 12/01/2013, às 10h22

10º - Steven Spielberg
AP

Esta semana, foi anunciado que a saga de ficção científica Robopocalypse, de Steven Spielberg, tinha sido adiada. Anteriormente, era para ele começar a rodar no meio deste ano e a estreia estava marcada para abril de 2014. Em entrevista para o site da revista Entertainment Weekly, Spielberg garantiu que apesar da mudança de planos e falta de datas, o projeto continua de pé.

“Achamos que o filme estava muito caro e encontramos uma maneira de contar a história de forma mais econômica e também mais pessoal”, disse ele. “Consegui encontrar o tom pessoal em Robopocalypse, então, espero que todo mundo encontre outros empregos, eu vou me dedicar a outro roteiro e nós estaremos de volta a esse projeto em pouco tempo.”

Robopocalypse será baseado no livro de mesmo nome, escrito por Daniel H. Wilson, um especialista em robótica, e lançado em 2011. A obra, aliás, chegou a atingir a lista dos mais vendidos do jornal The New York Times, no ano passado.

Na história, em um futuro próximo, a humanidade está prestes a mudar com a chegada dos robôs capazes de realizar atividades domésticas com inteligência artificial. Um robô, no entanto, percebe que a destruição da biodiversidade do planeta é proporcional ao avanço da raça humana e decide aniquilar a todos.