Pulse

Propriedade de Prince critica Trump por tocar Purple Rain em um evento de campanha

Não é a primeira vez que o presidente norte-americano usa a música em comício

Redação Publicado em 11/10/2019, às 18h56

None
Montagem Donald Trump(Foto: AP Photo/Jae C. Hong) e Prince(Foto: Chris O'Meara / AP)

Na última quinta-feira, 10, durante um comício em Minneapolis, Minnesota, a equipe de Donald Trump tocou a música "Purple Rain", de Prince, e violou um acordo feito em 2018 pela Propriedade de Prince, entidade que cuida dos bens do cantor desde a morte dele.

+++LEIA MAIS: Músicas de fitas cassete raras de Prince são lançadas após 24 anos

No Twitter, a Propriedade de Prince compartilhou o acordo, no qual os representantes de Trump disseram que não usariam mais nenhuma música de Prince em eventos de campanha. O acordo foi feito após Trump - na época, candidato a presidente - usar a música em comícios pré-eleição.

No Twitter, a Propriedade de Prince escreveu: "O Presidente Trump tocou 'Purple Rain', de Prince hoje à noite em um evento de campanha em Minneapolis, apesar de ter confirmado um ano atrás que a campanha não usaria a música do artista."

O tuíte ainda disse que a Propriedade do músico "nunca dará permissão para o Presidente Trump usar as músicas de Prince."

+++LEIA MAIS: Disco 1999, do Prince, ganhará edição de luxo com 35 músicas inéditas

A carta, datada de outubro de 2018, foi escrita por Jones Day. O escritório de advocacia que na época representava Donald Trump confirmou a posição da campanha em cumprir o acordo, mas como revelou a Propriedade de Prince, isso não aconteceu. 

A Propriedade de Prince não foi a única a pedir para o presidente parar de usar músicas durante os comícios. Artistas como os Rolling Stones, Neil Young, Tom Petty e Aerosmith, assim como outros, também solicitaram que o presidente parasse de usar as suas canções.