Qual o disco do Led Zeppelin favorito de Robert Plant? E os melhores solos de bateria, guitarra e baixo na opinião dele?

O vocalista já listou os melhores momentos de cada um dos integrantes da banda ao longo da discografia deles

Redação Publicado em 06/02/2020, às 09h23

None
Led Zeppelin em 1968 (Foto: Reprodução/ Instagram/Jørgen Angel)

Em uma entrevista à Rolling Stone EUA depois que o Led Zeppelin já havia se separado, Robert Plant foi questionado sobre qual disco da banda é o favorito dele, e a resposta pode surpreender até os maiores fãs do grupo. 

Para o vocalista, o melhor trabalho deles é Physical Graffiti, sexto álbum do Led, lançado em fevereiro de 1975. E Plant ainda explicou a escolha:

"[O disco] É forte. E soava muito bem também. Soava durão, mas era também contido, com uma boa demonstração de controle", contou.

+++LEIA MAIS: Assista trecho de show do Led Zeppelin em Tóquio em 1971 - a um passo da dominação mundial

Em 1988, em uma conversa com Tony Bacon, o músico e compositor também explicou qual parte de guitarra feita por Jimmy Page mais se destaca em Physical Graffiti, e a resposta veio sem hesitação. Para ele, o melhor momento do guitarrista no disco está em "In My Time of Dying".

"Continua para sempre. É um ótimo solo descojuntado com slide de blues. Logo de cara", disse rindo. Ouça abaixo a faixa.

+++LEIA MAIS: Qual música do Led Zeppelin mostrou Jimmy Page como um “guitarrista pavão”?

Quanto à melhor performance vocal, ele optou por escolher uma música de outro disco, e de novo, a escolha deve surpeender os fãs do Led Zeppelin: "The Ocean", lançada em 1973 no disco Houses of the Holy, e que fez parte da trilha sonora do filme musical The Song Remains the Same. Ouça abaixo.

+++LEIA MAIS: Robert Plant se arrepende de letras do Led Zeppelin: ‘Minha geração estava cantando sobre críticas sociais’

Ele escolheu também a melhor parte feita por John Bonham ao longo de toda a discografia da banda. E mais uma vez, se voltou ao disco mencionado no parágrafo anterior. E como melhor performance de bateria, Plant escolheu "The Crunge".

+++LEIA MAIS: Como uma música de bebedeira de John Bonham se tornou um clássico do disco Led Zeppelin III?

E para finalizar a lista, o vocalista escolheu "The Song Remains the Same", também do Houses of the Holy, como a música com melhor linha de baixo de John Paul Jones.


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL