Quantas vidas a quarentena contra coronavírus já salvou no Brasil?

Unicamp revelou estudo estatístico sobre isolamento social e impacto direto na pandemia

Redação Publicado em 16/05/2020, às 10h00

None
Coronavírus (Foto: CC0/TMaxImumge)

Uma pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), organizada pelo Prof. Paulo J. S. da Silva e pela pesquisadora Claudia Sagastizábalm do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica, procurou calcular quantas pessoas o isolamento social contra coronavírus salvou no Brasil.

Os dados foram divulgados, inicialmente, no dia 7 pelos pesquisadores, e no dia 11 pelo Jornal Nacional. A pesquisa continuou, e os dados desta matéria foram atualizados na quinta, 14.

+++ LEIA MAIS: Washington Post indica Brasil como novo epicentro do coronavírus - por que Ministério da Saúde não registra tantos casos assim?

Os cientistas, inicialmente, analisaram as taxas de transmissão do COVID-19; antes do isolamento social, cada pessoa infectada acabava passando o vírus para outras 2,15 pessoas. Na última semana, esse número caiu para 1,59. Sem isolamento, a cadeia poderia chegar a até 4.

Então, com base nesses números, os estudantes calcularam quantas pessoas deixaram de ser infectadas pelo coronavírus. A análise começou no dia 23 de março, primeiro dia oficial da quarentena. O resultado mostra como, “se mantivermos o isolamento feito na última semana pelas próximas duas semanas, pouparemos uma vida a cada 1.1 minutos.”

+++ LEIA MAIS: Dumb Ways to Die ganha versão brasileira sobre coronavírus - e paródia de Bolsonaro

O estado campeão é São Paulo. É o local com mais casos e mais habitantes; consequentemente, onde o isolamento é mais eficiente. Com a taxa atual de 55% da população local em quarentena, no dia 28 de maio, a estimativa é da prevenção de mais de 3 mil casos no estado.

A Unicamp, na análise, usa os dados divulgados oficialmente pelo Observatório Covid-19 BR. Vale notar, porém, que os casos são sub-notificados (estima-se, com base em estudos na Coreia, que apenas 18% das pessoas infectadas sejam testadas; as informações são da Crescer).

+++ LEIA MAIS: Surto do coronavírus está ‘no início’, diz Mandetta, ex-ministro da Saúde

Veja, abaixo, um gráfico atualizado na quinta, 14. O estudo completo, com dados de regiões e estados e métodos de pesquisa está neste link. 

+++ O TERNO | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL