Quanto os Rolling Stones arrecadaram com a No Filter Tour?

A turnê da banda está entre as dez mais lucrativas da história

Redação Publicado em 13/09/2019, às 15h26

None
Mick Jagger e Keith Richards (Foto: AP Photo/Elise Amendola)

A turnê dos Rolling Stones, No Filter, terminou no último mês após três anos de estrada. Uma análise dos números revelou quanto a banda arrecadou com a turnê.

De acordo com a Billboard Boxscore, a No Filter arrecadou US$ 415,6 milhões e vendeu mais de 2 milhões de ingressos. Os números colocam a turnê entre as mais lucrativas da história e se junta à A Bigger Bang Tour, também dos Stones.

+++LEIA MAIS: Ed Sheeran supera U2 e tem turnê mais lucrativa da história

No Filter ocupa a oitava posição entre as dez turnês com as maiores bilheterias de todos os tempos. Os Stones detinham o recorde e estavam no topo anteriormente com a A Bigger Bang Tour, mas foram ultrapassados pelo U2 com a 360 ° Tour em 2011 e mais recentemente, os números de Ed Sheeran com a Divide Tour superaram as bilheterias das duas bandas. 

Confira a lista completa das turnês mais lucrativas da história: 

1. Ed Sheeran: The Divide Tour – U$776 milhões (2017-19)
2. U2: 360° Tour: U$736 milhões (2009-11)
3. The Rolling Stones: A Bigger Bang Tour –U$558 milhões (2005-07)
4. Guns N’ Roses: Not in This Lifetime Tour – U$530 milhões (2016-ongoing)
5. Coldplay: A Head Full of Dreams Tour – U$523 milhões (2016-17)
6. Roger Waters: The Wall Live – U$459 milhões (2010-13)
7. AC/DC: Black Ice World Tour – U$441 milhões (2008-10)
8. The Rolling Stones: No Filter Tour – U$416 milhões (2017-19)
9. Bruno Mars: 24K Magic World Tour – U$412 milhões (2017-18)
10. Madonna: Sticky & Sweet Tour – U$408 milhões (2008-09)

Recentemente, os Rolling Stones anunciaram o lançamento de uma edição de luxo nova para comemorar os 50 anos do disco Let It Bleed. O box inédito contará com versões remasterizadas e itens exclusivos da banda britânica.

+++ LEIA MAIS: Rolling Stones tocam o R&B 'Harlem Shuffle' pela primeira vez em 29 anos; assista

Apesar do novo lançamento, o grupo de rock já tinha realizado uma versão remasterizada do disco. “Quando fizemos a primeira versão remasterizada de 'Let It Bleed' em 2002, nossa intenção era homenagear o trabalho original,” disse o responsável pela masterização Bob Ludwig para o site norte-americano Ultimate Classic Rock.