Quanto vale cada integrante do Iron Maiden? Quem é o mais rico entre Steve Harris e Bruce Dickinson

Sozinho, um integrante da banda tem patrimônio superior a R$600 milhões

Redação Publicado em 08/04/2020, às 09h17

None
Bruce Dickinson (Foto: Agencia EL UNIVERSAL/Germán Espinosa/EELG/ AP)

Iron Maiden, uma das maiores bandas de heavy metal do mundo, segue em atividade no cenário musical, aos 45 anos de carreira, com turnês mundiais grandiosas e de sucesso. O grupo lançou 16 álbuns e, de acordo com o site CheatSheet, estimativas calculam que o Maiden vendeu mais de 100 milhões de cópias em quase cinco décadas nos palcos.

Os integrantes da banda acumularam valores diferentes no patrimônio pessoal. Enquanto o grupo tinha um valor comercial de US$ 125 milhões, em 2018, segundo dados do The Wealth Record, a fortuna particular de cada membro varia, de acordo com as informações do site Celebrity Net Worth.

+++ LEIA MAIS: Todos os discos do Iron Maiden, do pior para o melhor, segundo votação organizada pelo Kerrang

Entre os guitarristas, Dave Murray acumula patrimônio de US$ 15 milhões, aproximadamente R$ 78 milhões no câmbio atual. Adrian Smith tem uma conta bancária avaliada em US$ 40 milhões, cerca de R$ 200 milhões. Janick Gers é o único integrante do Maiden com patrimônio desconhecido.

A fortuna de Steve Harris, fundador e baixista da banda, é avaliada em US$ 30 milhões, valor superior a R$ 155 milhões. Nicko McBrain, baterista do grupo, empata com Harris.

BruceDickinson, frontman do Iron Maiden, acumula o maior patrimônio entre os integrantes da banda. Com diversos projetos paralelos, além de carreira solo, Dickinson tem cerca de US$ 115 milhões, valor que supera R$600 milhões de reais.


+++ DISCOGRAFIA DO THE STROKES: OS ALTOS E BAIXOS DOS ARRUACEIROS DE NOVA YORK