Quem é mais reconhecido: o Queen ou a Bíblia? Pesquisa revela que 'Bohemian Rhapsody' leva a melhor; entenda

Os britânicos têm mais facilidade de citar o primeiro verso do hit do Queen do que a primeira frase da Bíblia

Redação Publicado em 10/09/2020, às 09h20

None
Freddie Mercury (foto: AP/ Gill Allen)

Uma pesquisa da plataforma de streaming Deezer revelou que "Bohemian Rhapsody", icônico hit do Queen, é mais conhecido entre os britânicos do que a Bíblia. As informações são do Express UK.

Livro sagrado para o cristianismo, a Bíblia foi extremamente importante para a história europeia ao influenciar reis, imperadores e líderes responsáveis por traçar o destino das civilizações do continente.

"Bohemian Rhapsody" ficou no topo das paradas do Reino Unido por nove semanas desde o lançamento da canção, em 1975. O single ainda vendeu mais de um milhão de cópias em três meses. 

+++ LEIA MAIS: Vídeo de 1986 mostra conexão incrível entre Freddie Mercury e Mary Austin durante última turnê do Queen

Segundo o estudo, quase dois terços dos britânicos estão mais propensos a saber o começo da letra da composição do que a primeira frase escrita na Bíblia. Ou seja, eles conseguem citar facilmente “Is this the real life? / Is this just fantasy?”, mas possuem dificuldades de lembrar da abertura do Gênesis, “No começo, Deus criou os céus e a terra”. 

Para Andam Read, editor musical da Deezer no Reino Unido e na Irlanda, o resultado não é surpreendente, afinal, “artistas são contadores de histórias incríveis” e nos fazem “querer entender o significado de uma música por meio da letra”. 

“Eu não estou surpreso que a maioria dos britânicos conseguem lembrar a abertura de ‘Bohemian Rhapsody’, do Queen, já que as músicas possuem um jeito de se conectar com nós através das letras e todos os componentes da canção que nos faz amá-las tanto”.

+++ LEIA MAIS: Freddie Mercury quem? Menino de 10 anos impressiona ao cantar 'Radio Gaga', do Queen, em programa

A pesquisa ainda revelou que apenas 58% dos entrevistados de Londres lembraram da composição do Queen, enquanto 83% dos participante de Newcastle citaram o verso. 

Em relação às gerações, 74% dos Baby Boomers lembraram do começo do hit, enquanto apenas 53% e 49% dos Millennials e da Geração Z souberam citar a letra da música, respectivamente. 


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'