"Quem matou Laura Palmer?"

Há 18 anos, estreava a série Twin Peaks

Por Artur Tavares Publicado em 08/04/2008, às 17h28 - Atualizado em 09/04/2008, às 11h27

Laura Palmer, a queridinha de toda Twin Peaks, foi assassinada sob circunstâncias misteriosas
Reprodução

O cineasta David Lynch e o roteirista Mark Frost tinham um projeto ambicioso no final dos anos 80: adaptar a biografia de Marilyn Monroe para o cinema. Ambos não conseguiram adquirir os direitos autorais para a produção, e por isso criaram Twin Peaks, que mostrava a investigação do agente especial Dale Cooper (Kyle MacLachlan) no caso de assassinato de Laura Palmer (Sheryl Lee), na pequena cidadezinha estadunidense que dá nome à sitcom.

Assim como Monroe, Palmer morreu um dia após escrever em seu diário que iria contar ao mundo a verdade "sobre um homem rico e poderoso com quem estava tendo um caso". As semelhanças não param por aí. Palmer era a queridinha da cidade, bem vista aos olhos de todos. Monroe, a queridinha da América. A cidade de Twin Peaks representa a Hollywood do tempo da atriz.

A série, que durou duas temporadas, não sustentou a morte de Palmer até seu final, entregando quem foi o assassino no meio de sua segunda leva. Foi ela quem antecedeu Arquivo X (fato curioso: David Duchovny, protagonista da série sobre ETs, participou de Twin Peaks como um agente do FBI que tinha um hábito incomum, se vestir de mulher) e, mais recentemente, Lost, como queridinhas do público por levantar um grande mistério que permeia todo o universo da ficção. Em seu primeiro ano, Twin Peaks foi a sitcom com maior audiência no canal ABC.

Em 1991, a Rede Globo começou a exibir a série, mas nunca chegou a terminar. A emissora pulava alguns episódios, e cancelou a transmissão repentinamente, deixando os fãs sem saber quem matou Laura Palmer.

Durante toda sua exibição, as garotas que protagonizavam Twin Peaks eram vistas como as novas estrelas de Hollywood. Lara Flynn Boyle, que fez Donna Hayward, ainda é vista esporadicamente na mídia. Atualmente, está filmando Baby on Board, previsto para lançamento nos cinemas em 2009.

Sherilyn Fenn, que interpretou Audrey Horne, dedicou sua carreira a outras séries de TV, como Gilmore Girls e Dawson's Creek. O caminho de Mädchen Amick, Shelley Johnson em Twin Peaks, não foi diferente. Ela também participou de Gilmore Girls, mas se enveredou na comédia, principalmente nas séries Ed e Joey.

Twin Peaks venceu três Globos de Ouro em 1991: melhor ator em série dramática (para Kyle MacLachlan), melhor atriz coadjuvante em série dramática (para Piper Laurie) e melhor série dramática. Por outro lado, a série foi indicada em doze categorias do Emmy entre 1990 e 1991, e nunca venceu.

Lynch ainda voltou ao universo da série em 1992, no filme Twin Peaks: Fire Walk With Me (aqui no Brasil, Twin Peaks: Os Últimos Dias de Laura Palmer), um prólogo da série, que se encerra justamente com a morte da protagonista.