Pulse

Quentin Tarantino anuncia que se aposentará após lançar o décimo filme: “É um jogo para jovens”

The Hatefull Eight chega aos cinemas em 2015

Redação Publicado em 11/11/2014, às 09h23 - Atualizado às 16h16

Diretor Quentin Tarantino e a atriz Uma Thurman chegam ao tapete vermelho do festival de Cannes, na França, em maio de 2014.

Ver Galeria
(13 imagens)

Quentin Tarantino tem planos muito específicos para o carreira dele como diretor. Como se tudo fizesse parte de um grande roteiro responsável por alimentar teorias de que todos os filmes dele estão interligados, o diretor anunciou que pretende se aposentar após lançar o décimo longa-metragem da carreira.

Edição 76: Chegando à casa dos 50, Quentin Tarantino comemora a boa forma de sempre com seu filme mais ambicioso, Django Livre.

De acordo com o site Deadline, a revelação foi feita durante uma apresentação de Tarantino diante de agentes do mercado cinematográfico norte-americano, ao lado dos atores Kurt Russell e Samuel L. Jackson, que estrelarão The Hatefull Eight, a nova produção do diretor.

“Eu não acredito em ficar no palco até as pessoas pedirem para que você saia. Eu gosto da ideia de deixá-los querendo um pouco mais. Eu acho que dirigir filmes é um jogo para os jovens e gosto de que exista um cordão umbilical que ligue o meu primeiro ao meu último filme”, disse o diretor de 51 anos aos agentes.

Ele continuou: “Não quero ridicularizar qualquer um que pense diferente, mas quero deixar isso enquanto ainda tenho fôlego. Vou deixar uma filmografia de dez filmes, então tenho mais dois depois desse.”

Dez casos de vingança no cinema.

The Hatefull Eight é o oitavo filme de Tarantino e espera-se que o terceiro longa da série Kill Bill seja o nono da lista. Se Tarantino não mudar de ideia. Resta apenas uma produção a ser feita.

“Não está gravado em uma pedra, mas esse é o plano. Se eu chegar ao décimo, fizer um bom trabalho e não estragar tudo, parece ser um bom jeito de encerrar minha carreira. Se, depois, eu cruzar com um bom filme, não vou deixar de fazê-lo só porque eu disse que não faria. Dez filmes e pronto. Deixar todos querendo mais. Isso me parece certo”, finalizou o diretor vencedor de duas estatuetas do Oscar na carreira.

O Melhor Amigo de Django: austríaco Christoph Waltz rouba a cena em Django Livre, segundo filme consecutivo como coadjuvante de luxo de Quentin Tarantino.

Mais sobre The Hateful Eight:

O longa contará com Channing Tatum e os já citados Jackson e Russell como protagonistas. Além do trio de atores, Walton Goggins, Tim Roth, Michael Madsen, Bruce Dern, Jennifer Jason Leigh e Demián Bichir também estarão na produção. Saiba mais sobre a história abaixo:

“Doze anos da Guerra Civil, uma diligência passa pela paisagem invernal de Wyoming. Entre os passageiros, o caçador de recompensas John Ruth (Russell) e a fugitiva dele Daisy Domergue (Leigh), traçam uma corrida até a cidade de Red Rock onde Ruth, conhecido por estas bandas como “Carrasco”, levará Domergue para ser julgada. Ao longo do caminho, eles encontram dois estranhos, Major Marquis Warren (Jackson), ex-soldado negro que se tornou um famoso caçador de recompensas e Chris Mannix (Goggins), um sulista renegado que clama ser o novo xerife da cidade. Durante uma nevasca, Ruth, Domergue, Warren e Mannix se refugiam na Minnie's Haberdashery, uma parada de diligências localizada em uma passagem da montanha. Bob (Bichir), que está tomando conta da parada enquanto visita a mãe, está refugiado com Oswaldo Mobray (Roth), o carrasco de Red Rock, com o vaqueiro Joe Gage (Madsen) e o General Sanford Smithers (Dern). À medida que a neve vai tomando a montanha, os oito viajantes percebem que talvez não consigam chegar a Red Rock.”

Dez casos de vingança no cinema.

Em setembro deste ano, a produtora The Weinstein Company enviou um comunicado à imprensa revelando que The Hateful Eight será mesmo lançado no segundo semestre de 2015 – além disso, o longa começará a ser rodado em janeiro e já teve o primeiro pôster divulgado (veja aqui).