R. Kelly se declara inocente das acusações de tráfico sexual

O cantor está preso desde 2019, após ser acusado de assédio sexual

Redação Publicado em 01/05/2020, às 12h24

None
Cantor R. Kelly (Foto: Amr Alfiky / AP)

O cantor R. Kelly se declarou inocente de uma série de acusações federais de tráfico sexual contra ele em Nova York. As denúncias foram feitas em meados de março e incluiem aquelas nas quais ele conscientemente espalhou herpes para duas pessoas. 

+++ LEIA MAIS: R. Kelly se encontra com advogado que venceu caso de pedofilia para Michael Jackson

De acordo com o Pitchfork, R. Kelly entrou com o pedido por teleconferência de uma prisão federal de Chicago na última quinta, 30 de abril. Com a pandemia de coronavírus e os números de infectados e mortos subindo, o cantor solicitou duas vezes a libertação antecipada da prisão - pedido negado, mais recentemente, em 22 de abril. 

O cantor está preso desde julho de 2019, após receber acusações vindas mulheres de vários estados americanos. Entre as queixas, Kelly é acusado de manter relações sexuais com menores de idade e de tratar mulheres como escravas sexuais. Até agora, ele se declarou inocente de todas as acusações contra ele.

+++LEIA MAIS:Ex-namorada de R. Kelly alega que cantor a fez comer fezes humanas

O cantor também se envolveu em outras acusações, como de pornografia infantil e conspiração para fraudar o governo dos Estados Unidos. Recentemente, Kelly foi acusado de suborno por casar com Aaliyah em 1994, quando ela tinha apenas 15 anos.


+++ RUBEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL