Racionais MC's encerra o Lollapalooza Brasil

Atraso fez com que grupo paulista fosse última atração do evento

Murilo Basso Publicado em 09/04/2012, às 01h26 - Atualizado às 12h13

Com 70 minutos de atraso em relação ao line-up oficial, o Racionais MC’s subiu ao Palco Perry no Lollapalooza Brasil (o Arctic Monkeys já tocava há meia hora no palco principal).

Além de Mano Brown, Ice Blue, Edy Rock e KL Jay, estavam no palco cerca de 20 pessoas, todas vestidas de preto. Eram, segundo Brown, membros da "família Racionais". Instantes antes de os músicos subirem ao palco, o Multishow anunciou que o grupo não havia autorizado a transmissão da apresentação.

O show começou com “Eu Sou 157", e na sequência veio "Nego Drama". Durante a apresentação, predominaram músicas de Nada Como Um Dia Após o Outro Dia, último registro de estúdio do grupo. "Vida Loka" e "Estilo Cachorro" foram os pontos altos.

Canções como “Jesus Chorou” e “O Homem na Estrada” foram acompanhadas em coro. Ao longo do show o grupo manteve seu discurso político. “A minha geração só queria eleger o Lula. E agora, o que a gente vai querer?", disse Mano Brown, que aproveitou para elogiar o governo de Dilma Roussef e o senador Eduardo Suplicy. No telão, imagens e projeções ajudavam a reforçar oo ideais do grupo.

Em pouco mais de uma hora, com um show direto e sem firulas, ficou a sensação de que mesmo sem lançar um álbum de inéditas há dez anos, o Racionais MC’s ainda é uma dos poucos grupos brasileiros que se mantém relevante após muitos anos de carreira.