Radiohead não desistirá de álbum convencional, garante guitarrista

Ed O'Brien alega que a banda foi mal interpretada ao comentar sobre o formato de futuros lançamentos; os preparos para o novo disco começam em algumas semanas

Da redação Publicado em 08/10/2009, às 18h31

Já há alguns meses alimenta-se a crença de que o Radiohead teria abandonado a ideia de lançar álbuns convencionais - em vez disso, apostariam em formas alternativas de distribuição, como liberar músicas aos poucos, em EP ou na internet.

O guitarrista Ed O'Brien, no entanto, flexibilizou essa posição. Inclusive, em entrevista à revista NME, antecipada pelo site At Ease, relevou que a banda "definitivamente" vai preparar novo álbum físico para o ano que vem.

"Fomos mal interpretados", disse O'Brien sobre os comentários de Thom Yorke. Em agosto, o frontman do Radiohead declarou à revista The Believer que "nenhum de nós quer entrar novamente em oba-oba criativo de um disco".

"Vamos fazer um álbum!", esclareceu O'Brien. Ele só não adiantou como será a primeira plataforma de lançamento para o sucessor de In Rainbows - ofertado tanto na versão virtual, em que o fã pagava o que bem entendesse (ainda que isso significasse não pagar nada), como na física.

O que isso quer dizer: mesmo que o disco esteja disponível para download, nada disso implicará a produção de vinis e CDs. "Nós amamos a arte [para os formatos físicos]. Isso não vai acabar. Ainda gosto de CDs. Peguei o CD da Speech Debelle [vencedora do Mercury Prize 2009] outro dia - quase baixei do iTunes, mas pensei, 'Não. Eu quero a coisa física."

Sobre o single recentemente liberado na internet, "These Are My Twisted Words", o músico disse se tratar de uma unidade separada, sugerindo que a faixa não serve como amostra do novo trabalho. "Poderia ser um lado mais sombrio de In Rainbows - tem aquela vibe outonal, de deixarmos o verão e entrarmos na escuridão."

O guitarrista afirmou que a banda se reúne neste inverno (verão, para o hemisfério sul) em Oxfordshire, onde eles mantêm estúdio. A estação mais gelado do ano, provavelmente, afetará o trabalho, avisa. "Típico do Radiohead. Vamos ao estúdio no inverno. É sempre miserável!"

Em maio, o baixista Colin Greenwood já havia dado pistas sobre o novo trabalho, mas nenhuma previsão. "Estamos no estágio em que temos esta grande caixa de Lego (...), analisando as pecinhas e pensando: 'e agora?'", afirmou à época.

Recentemente, O'Brien, por meio da Featured Artists Coalition (FAC), endossou a causa de Lily Allen, que defende maior severidade no trato com usuários piratas. Antes do burburinho antipirataria fomentado por Allen, tanto O'Brien como a instituição sustentavam posição mais flexível para quem baixasse arquivos de graça na internet.