Radiohead planeja se reunir para discutir o novo disco

Último trabalho do grupo foi The King Of Limbs, lançado em 2011

Redação Publicado em 02/04/2014, às 10h25 - Atualizado às 10h26

Reconectando o Radiohead - Como a banda mais experimental da música atual aprendeu a fazer rock novamente. Saiba aqui.
Reprodução

Após um período sabático tirado pelos integrantes, que seguiram adiante em outros projetos pessoais e deixaram o Radiohead descansando, a banda voltará às atividades em breve. É o que revelou o guitarrista Jonny Greenwood ao Nashville Cream.

Reconectando o Radiohead: como a banda mais experimental da música atual aprendeu a fazer rock novamente.

O músico revelou que a banda planeja se encontrar em meados de 2014 para conversar sobre o sucessor de The King Of Limbs, último e delicado trabalho de estúdio do Radiohead, lançado em 2011.

Artista "recria" 20 bandas icônicas usando LEGO.

Ele, contudo, faz questão de lembrar que a banda não funciona com prazos e também não gosta de ser apressada. “Sabe, somos como um animal que se move bem devagar”, disse Greenwood. “Sempre fomos.”

“Nós vamos nos encontrar no fim do verão [no hemisfério norte] e planejar”, completou o guitarrista. “Acredito que vamos decidir o que vamos fazer em seguida.”

Chef cria refeição inspirada em Kid A, do Radiohead.

No início do ano, Colin Greenwood, baixista da banda e irmão de Jonny, afirmou que os planos para um novo disco ainda estavam suspensos porque os integrantes da banda estavam focados em projetos paralelos.

Galeria: O Radiohead já foi capa da Rolling Stone Brasil. Relembre aqui as 100 primeiras capas da revista.

Entre eles está o Atoms For Peace, supergrupo liderado por Thom Yorke (vocalista do Radiohead), Nigel Godrich, Joey Waronker, Mauro Refosco e Flea, cujo álbum de estreia foi lançado em fevereiro do ano passado.

Sons Atômicos: Thom Yorke prepara álbum do Atoms for Peace, com o brasileiro Mauro Refosco.

O futuro disco do Radiohead será o nono da discografia da banda. Ao longo da carreira da banda, o máximo de tempo que eles ficaram sem lançar um álbum foi de quatro anos, entre Hail to the Thief (2003) e In Rainbows (2007).