Rafinha Bastos pede desculpas a Luciano Huck

"Errei e por isso peço desculpas", escreveu o humorista em nova carta

Redação Publicado em 04/12/2012, às 13h32 - Atualizado às 13h52

Rafinha Bastos
Divulgação/Band

E segue a história entre Luciano Huck e Rafinha Bastos. A novidade, agora, é um pedido de desculpas por parte do humorista, coincidentemente depois de o apresentador global ter dito, através da assessoria de imprensa, que cogitava processá-lo.

A graça de um herege: em 2011, Rafinha Bastos vivia sua melhor fase sendo agressivo, odioso e politicamente incorreto – e garantindo que esse era o verdadeiro caminho da salvação.

Tudo começou quando Huck foi parado pela Lei Seca, neste domingo, 2, no Rio de Janeiro, depois de ter “bebido um copo de vinho”, como ele escreveu em seu Facebook. O apresentador recebeu sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação e foi multado em quase R$ 1 mil.

Rafinha Bastos, contudo, decidiu escrever uma carta aberta dirigida ao apresentador na mesma rede social. No texto, xingou Huck. “Pega um táxi, seu bosta”, eram as últimas palavras do texto.

Na noite desta segunda-feira, contudo, o humorista decidiu publicar outra carta, dessa vez pedindo desculpas pelas palavras ofensivas dirigidas a Huck. “Dirigir alcoolizado é um crime grave e este deveria ser o tema do meu post. Acabei transformando o caso em um palanque para despejar uma série de ofensas pessoais contra o trabalho do apresentador. Atitude desnecessária. Feia”, escreveu. “Errei e por isso peço desculpas.”

Leia, abaixo, a segunda carta de Rafinha Bastos (que não deixa de fazer piada ao final do texto):

“Li e reli o meu post anterior e decidi escrever.

Personifiquei a minha ira contra a hipocrisia do planeta na figura do Luciano Huck.

Fiquei indignado ao saber que o caso poderia morrer com uma simples 'nota para a imprensa', mas não sou eu o responsável por puni-lo. A princípo, existe justiça pra isso.

Dirigir alcoolizado é um crime grave e este deveria ser o tema do meu post. Acabei transformando o caso em um palanque para despejar uma série de ofensas pessoais contra o trabalho do apresentador. Atitude desnecessária. Feia. Eu poderia ter exposto a minha opinião de uma forma muito mais inteligente e eficiente.

Não sei se haverá algum processo judicial contra mim. Não é esta a questão. Estou aqui apenas para deixar claro que desta vez sinto que me equivoquei.

Errei e por isso peço desculpas.

PS 1: Se você trabalha em um jornal ou portal e pretende reproduzir este texto, peço que o faça na íntegra (inclusive com os PSs).

PS 2: Aproveito a oportunidade para avisar a todos que estou vendendo uma moto 250 cc por apenas R$ 5.500. Excelente estado. Tratar aqui.

PS 3: Votem na Amanda França para a Menina Fantástica e votem para eliminar a Ísis na Fazenda de Verão. Ela só chora e não ajuda no dia-a-dia da casa.”