Rafinha Bastos xinga Luciano Huck em carta aberta

Humorista criticou o apresentador global por ter sido barrado na blitz da Lei Seca, no Rio de Janeiro

Redação Publicado em 03/12/2012, às 12h09 - Atualizado às 13h10

Rafinha Bastos
Divulgação

O apresentador da TV Globo Luciano Huck foi parado pela blitz da Lei Seca, na madrugada deste domingo, 2, e multado em R$ 957,70. Ele também levou sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação por dirigir embriagado. Mesmo depois de escrever em seu Facebook, apoiando a blitz e aceitando a punição (leia a carta abaixo), Luciano não foi poupado dos comentários do humorista Rafinha Bastos.

A graça de um herege: em 2011, Rafinha Bastos vivia sua melhor fase sendo agressivo, odioso e politicamente incorreto – e garantindo que esse era o verdadeiro caminho da salvação .

Já na manhã desta segunda-feira, 3, também por meio do Facebook, Rafinha decidiu publicar uma carta-aberta a Luciano, agressiva e xingando o apresentador em vários momentos durante o texto. “Você não vai jogar fora toda uma credibilidade construída durante anos de assistencialismo barato na TV, não é?”, questiona Rafinha. “Pega um táxi, seu bosta.”

Até a publicação deste texto, Luciano Huck não havia respondido ao texto do humorista. Leia abaixo as duas cartas:

Texto de Luciano Huck:

“Deveria ter seguido o exemplo da minha esposa, e 'ir de taxi'.

Apoio amplamente a Operação Lei Seca. E acredito que um dos seus maiores ativos é que, de fato, vale para todos. Não tem 'jeitinho' para ninguém.

Ontem a noite, jantei em nossa casa e tomei um copo de vinho. Antes de dormir resolvi dar um abraço em um amigo que completava 70 anos de vida e 50 de TV, em um clube a 800 metros de nossa casa.

Fui parado na blitz, e achei melhor não fazer o teste do bafômetro. E agora pago, consciente, as consequências.

Valeu a lição. E vale, também, ressaltar a educação dos policiais e agentes que estavam envolvidos na operação.

Vida longa a Operação Lei Seca. E que venha a Operação Parar Sobre a Faixa. Operação Jogar Lixo no Chão. Operação Respeite os Ciclistas. Operação Pedestre. Entre tantas outras.”

Texto de Rafinha Bastos:

“Carta para Luciano Huck:

Luciano, você bebeu antes de dirigir. Fez merda. Mas não se preocupe: para a maioria do país, comunicador FDP não é aquele coloca a vida dos outros em risco, é aquele que fala o que pensa. Fique tranquilo.

No fundo você está pensando: 'Só bebi um pouquinho e estava a 20 Km/h. Essa lei é muito radical no Brasil e com a dose que bebi, eu não seria sequer multado em nenhum outro país'. Não é isso que está na sua cabeça? Eu sei que é. Eu conheço cabeça de playboy inconsequente.

Mas é claro que você não vai dizer nada disso. Sabe por quê? Porque dizer o que pensa é mais arriscado do que dirigir alcoolizado. Você nunca falou nada que desagradasse o seu público, não é em um momento de crise que você irá fazer isso, tô certo?

Você não vai jogar fora toda uma credibilidade construída durante anos de assistencialismo barato na TV, não é?

Para se sair bem desta, segue a minha dica: fala que não agiu certo. Isso. Veste aquela máscara de celebridade arrependida e vai pra TV fazer de conta que você se importa com o assunto. Melhor ainda… faz campanha contra a combinação direção + álcool. Perfeito! Nossa, vai pegar super bem! O povo vai te amar ainda mais.

Genial.

Bem... nem sei porque estou aqui dando dicas. Você sabe muito bem o que fazer, afinal, teatrinho falso na TV é a tua especialidade.

Tenho certeza que tudo vai acabar bem.

E da próxima vez, se não for atrapalhar muito a sua vida, tenta não colocar a vida dos outros em risco. Pega um táxi, seu bosta.”