Rage Against the Machine é confundida por gótica e adolescentes reclamam em festival; veja

O retorno da banda de rock em novembro de 2019 foi visto como uma oportunidade certeira para o line-up - mas jovens do Twitter queriam Travis Scott

Redação Publicado em 13/02/2020, às 09h01

None
Tom Morello (Foto: Amy Harris/Invision/AP)

Os organizadores do festival Reading & Leeds anunciaram Rage Against the Machine como um dos headliners da sua próxima edição, que será realizada entre os dias 28 e 30 de agosto na Inglaterra.

Para muitos, assistir à banda ao vivo seria um sonho se concretizando. Contudo, para muitos jovens que já compraram o ingresso, nem tanto…

+++ LEIA MAIS: Tom Morello dá resposta atravessada para hater que criticou Rage Against the Machine no Festival Coachella

Em 59 anos de história, o Reading & Leeds recebeu inúmeras lendas do rock, como Black Sabbath, Iron Maiden e Metallica. Em 2020, o evento conta também com shows de Liam Gallagher e Stormzy.

Dentro desse cenário, o retorno do Rage Against the Machine em novembro de 2019 foi visto como uma oportunidade certeira para o line-up - mas, no Twitter, algumas pessoas da Geração Z estão mostrando que a aposta não será unânime, como apontou o portal Tenho Mais Discos Que Amigos.

+++ LEIA MAIS: Rage Against the Machine confirma volta e anuncia 5 shows para 2020; veja as datas

Diversos comentários confundem o som da banda como um som "gótico", pedindo para colocá-los em um palco separado. Confira:

Outra usuária até previu como será o Reading & Leeds em 2020:

Outros fizeram questão de perguntar "quem" é Rage Against the Machine, ou escreverem: “Não vou mentir, eu não conheço eles", implorando para que Travis Scott fosse o último headliner, o que não aconteceu.

 


+++ A MALDIÇÃO DO CORINGA, COM JOAQUIN PHOENIX, HEATH LEDGER, JACK NICHOLSON E MAIS