Ray Davies, líder do The Kinks, revela que a banda está gravando novo disco

Em entrevista, o vocalista disse que o grupo, separado desde 1996 por brigas entre os integrantes, já está em estúdio

Redação Publicado em 26/06/2018, às 17h34 - Atualizado em 02/07/2018, às 10h55

Ray Davies, frontman do The Kinks, recebeu o título de Cavaleiro do Império Britânico

Ver Galeria
(2 imagens)

Ray Davies, líder do Kinks, famosa banda britânica que se separou em 1996, revelou em entrevista ao Channel 4 News, que os membros vivos do grupo estão trabalhando em um novo disco. A entrevista, que inicialmente era para falar de tópicos como o Brexit, mudou completamente de rumo quando Davies recebeu uma ligação de Avory e, assim, resolveu revelar que o Kinks está trabalhando em um novo álbum.

Reuniões: 20 bandas que gostaríamos que voltassem - The Kinks

“O problema é que alguns dos integrantes remanescentes – meu irmão Dave e Mick [Avory] – nunca se deram muito bem”, explicou Davies. “Mas eu fiz esse trabalho no estúdio e me animou muito para fazê-los tocar mais e com mais prazer!”, contou. "Eu tenho todas essas músicas que escrevi para a banda quando nós – não terminamos – nos separamos, e acho que é uma hora apropriada para isso."

Existem rumores do retorno do Kinks desde 2014 quando Ray Davies falou sobre a possibilidade de uma reunião ao The Sunday Times of London. “Encontrei Dave apenas para falar sobre se reunir”, disse à época. “Nós também nos falamos algumas vezes por telefone e trocamos e-mails”. Em 2013, Dave disse à Rolling Stone EUA que uma turnê celebrando o aniversário de 50 anos da banda era uma possibilidade: “Eu diria que tem 50% de chance de acontecer.”

Ray Davies chegou a afirmar que gostaria de trabalhar em um novo disco da banda antes de sair em turnê: “Nós dois concordamos que não queremos fazer coisas antigas ou shows baseados em hits antigos – precisa ser algo novo.” Porém, ainda em 2013, Dave Davies desconsiderou a ideia de fazer um novo álbum, dizendo: “Não consigo encarar a ideia de passar dias e dias em estúdio com o Ray.”

O Kinks se separou em 1996, e muitos são os motivos dos fãs não acreditarem na primeira notícia de reunião da banda. Primeiro, porque o baixista Peter Quaife morreu em 2010. Segundo, porque Dave Davies e Mick Avory são brigados há muito anos, desde que Davies cuspiu em Avory, que, por sua vez, bateu nele com um prato de chimbal. Por último, os irmãos Ray e Dave Davies se dão tão bem quanto os irmãos Gallagher, do Oasis.