Red Bull Music Academy Festival anuncia programação com Racionais MC’s, Mykki Blanco, Arthur Verocai, entre outros

Festival chega a São Paulo pela primeira vez em junho

Redação Publicado em 18/04/2017, às 16h44 - Atualizado às 18h35

Cashmere Cat na edicao do Red Bull Music Academy Festival em Oslo, na Noruega

Ver Galeria
(2 imagens)

A programação do Red Bull Music Academy Festival em São Paulo, que terá sua primeira edição entre os dias 2 a 11 de junho, foi divulgada nesta quarta, 18. O evento será composto por nove "eventos", entre performances ao vivo, festas e tributos. Estão escalados nomes como o rapper norte-americano Mykki Blanco, o grupo Racionais MC’s e o maestro Arthur Verocai.

A Red Bull Station, no centro de São Paulo, funcionará como um hub do festival, mas outros locais, que ainda serão divulgados, também serão palco de atrações diversas.

Os amantes da cena eletrônica já podem reservar um espaço na agenda, pois três das nove atrações serão focadas no gênero. Zonas Liminares será uma festa que promoverá o encontro de DJs, produtores e selos paulistanos com artistas da cena mundial. A noite, que contará com mais de 20 performances, inclui a DJ e produtora de Chicago Honey Dijon, a portuguesa Nidia Minaj, a chinesa Pan Daijing e o holandês A Made Up Sound.

Além da festa, o festival trará dois outros artistas do eletrônico que nunca se apresentaram no Brasil: Oneohtrix Point Never e Theo Parrish.

Em evento próprio, o produtor musical de Nova Iorque Daniel Lapotin – conhecido como Oneohtrix Point Never – estreará seu novo projeto audiovisual, Kaos Etudes, em parceria com o artista visual Nate Boyce. Parrish será o principal nome da festa A Céu Aberto sob o Sol, que também terá apresentações da dupla brasileira Selvagem e da DJ carioca Tata Ogan.

A produção musical nacional também terá destaque. Racionais MC's: Três Décadas de História é o nome do evento que irá revisitar a carreira do grupo de rap, com apresentações de faixas de toda a história.

O maestro Arthur Verocai comandará um concerto diurno no centro da cidade, com foco em seu segundo álbum autoral, No Voo do Urubu. E

Outro Tempo: Brasil Eletrônico Experimental será um show que trará novas versões de músicas criadas nos últimos anos da ditadura militar, com apresentações de Maria Rita, Marco Bosco e do grupo Os Mulheres Negra.

A programação ainda contará com Baile, uma noite em homenagem ao funk de raiz na qual o artista de electro rap Egyptian Lover fará sua primeira apresentação no país, em conjunto com os produtores brasileiros Grandmaster Raphael e Carlos do Complexo.

Queeridxs é uma festa que irá explorar a criação de música baseada na força da identidade de gênero, ao abordar a estética e temática queer com Mykki Blanco, Total Freedom, MC Linn da Quebrada e Tormenta DJ's.

Por fim, Ruído em Progresso será um encontro com enfoque nas cenas de black metal, pós-punk e da música eletrônica experimental. Algumas das atrações do evento serão as bandas Mystifier, Rakta e As Mercenárias.

O RBMA Festival já teve quatro edições em Nova York e uma em Paris. Nos eventos norte-americanos, reuniu artistas como Erykah Badu, Brian Eno, George Clinton e A$AP Rocky para conversas abertas.

A cada dois anos, o projeto se instala em uma cidade-sede diferente, reunindo um grupo de produtores, vocalistas, beatmakers, instrumentistas e DJs que se apresentam e fazem colaborações entre si.