Red Hot Chili Peppers está “na reta final” da produção de novo disco

Banda está trabalhando no 11° álbum de estúdio, o primeiro desde I'm With You (2011)

Redação Publicado em 02/02/2016, às 17h48 - Atualizado às 17h56

Red Hot Chili Peppers no Lollapalooza Chile
Divulgação

O próximo disco do Red Hot Chili Peppers está perto de ficar pronto. Em entrevista ao programa de rádio norte-americano Jonesy’s Jukebox, apresentado pelo ex-Sex Pistols Steve Jones, o vocalista Anthony Kiedis afirmou: “Estamos na reta final. Cantei ontem, tirei uma semana de folga e volto para finalizar.”

Veja dez grandes momentos do Red Hot Chili Peppers.

Sem título ou previsão de lançamento, o novo álbum está sendo feito desde 2015 e será o 11° trabalho de estúdio da carreira da banda, o primeiro desde I'm With You, lançado em 2011. Segundo Kiedis, a demora nas gravações tem a ver com o método do renomado produtor Danger Mouse (Adele, U2, Beck, Black Keys), que está trabalhando com o grupo californiano no LP.

“Escrevemos duas dúzias de músicas antes de encontrá-lo”, disse Kiedis na entrevista, realizada na última quinta-feira, 28. “Ele ficou tipo: ‘Vamos manter algumas, mas vamos compor todas as novas no estúdio. Ficamos nos olhando, tipo: ‘Cara, nós meio que já fizemos as canções’. Mas ele ficou: ‘Não, gostaria de compor novas no estúdio’. Para nos adaptarmos a este novo processo, escrevemos todas as novas músicas, e foi um coisa boa a se fazer.”

Veja quais são os álbuns mais aguardados de 2016.

O líder do Red Hot Chili Peppers ainda disse que a banda deve encerrar as gravações neste mês de fevereiro, depois que o quarteto voltar ao estúdio para analisar o material produzido. “Voltaremos para ouvir todas as músicas e ver se podemos fazer melhor”, comentou ele a Jones no programa.

Recentemente, Kiedis afirmou que o Red Hot Chili Peppers estaria “trabalhando em algumas músicas que eu sinto que são tão boas como qualquer outra que já fizemos antes”. Em 2014, o baixista do grupo, Flea, comentou que o álbum estava ficando ”legal”. “É muito dançante e cheio de funk. Também há muita coisa introspectiva e bonita. Está bom, cara. E está divertido tocá-lo”, acrescentou.