Refrigerante de Star Wars é banido de aviões nos EUA; entenda

Garrafa redonda lembra o Detonador Termal, arma da franquia de George Lucas

Redação Publicado em 03/09/2019, às 15h36

None
Coca-Cola com temática de Star Wars (Foto: Reprodução / Twitter)

Um novo objeto tem aterrorizado os aeroportos da Califórnia, nos Estados Unidos: uma garrafa de refrigerante com temática de Star Wars. A bebida, vendida no Star Wars: Galaxy’s Edge, área temática de um parque da Disney em Anaheim, tem uma embalagem com o formato de bomba - o que é proibido nas aeronaves dos EUA. 

A TSA – Transportation Security Administration (Administração para a Segurança dos Transportes) publicou em seu Twitter uma nota sobre o caso, que vem acontecido com frequência: “Réplicas de explosivos não são permitidas nem em bagagens de mão nem em bagagens despachadas”, explicaram. 

+++ LEIA MAIS: Mark Hamill enfim revela o gosto do leite azul de Star Wars - e era nojento 

A política da TSA é a de que nenhum objeto similar a uma arma real pode ser colocado à bordo - tanto armas de fogo quanto armas brancas e explosivos. Isso deve-se à forte política anti-terrorista imposta no país e reforçada depois do ataque às Torres Gêmeas em 11 de setembro de 2001. 

As garrafas de Coca-Cola, Coca Diet e Sprite são vendidas em um formato parecido com o de um Detonador Termal, uma bomba do universo de Star Wars. São redondas e baixas, com uma tampa estilizada no formato de - adivinhe - um detonador. Embora sejam de plástico, são o suficiente para confundir as máquinas de raio-x (e serem banidas por isso).


+++ A playlist da Drik Barbosa - De Emicida a Erykah Badu