Relançamento de Anos Incríveis terá músicas de Joe Cocker, Bob Dylan e Rolling Stones

Série conta com mais de 300 faixas de artistas como The Byrds, Joni Mitchell, Buffalo Springfield, Cream e James Taylor

Redação Publicado em 14/08/2014, às 17h43 - Atualizado às 19h36

Anos Incríveis - The Wonder Years (edição limitada)
Divulgação

O relançamento de Anos Incríveis terá todas as músicas da série original, como a abertura com “With a Little Help from My Friends” na versão de Joe Cocker, além de faixas de Bob Dylan, Jimi Hendrix, Rolling Stones, entre outros. A obtenção dos direitos autorais das mais de 300 canções era o maior empecilho para a comercialização de todos os episódios da série. Na Netflix norte-americana, por exemplo, é possível encontrar o seriado, mas sem as músicas originais. Para alegria dos fãs o entreve, finalmente, foi resolvido.

Elenco de Anos Incríveis se encontra 21 anos depois do fim da série para relançamento; veja fotos.

Exibida de 1988 a 1993, Anos Incríveis mostrava a trajetória de Kevin Arnold (Fred Savage) no fim dos anos 1960. Ele está deixando a infância e começa a entrar na adolescência, um período confuso no qual o jovem precisa entender os novos sentimentos que brotam, como o amor pela vizinha Winnie (Danica McKellar).

Galeria - Os melhores finais de séries de todos os tempos.

Agora, incluindo os 26 DVDs com os 115 episódios, cinco horas de material bônus e dois livros com informações e curiosidades, a caixa da edição de luxo terá também todas as músicas que embalaram a série. O box do relançamento, aliás, possui o formato do armário escolar do personagem Kevin Arnold – veja mais aqui.

A lista de canções terá faixas como “Turn! Turn! Turn! (To Everything There Is a Season)”, do The Byrds, “Both Sides Now”, de Joni Mitchell, “For What It's Worth (Stop, Hey What's That Sound)”, do Buffalo Springfield, “Foxey Lady”, de Jimi Hendrix, “Sunshine of Your Love”, do Cream, “The Times They Are A-Changin'”, de Bob Dylan, “I Am a Rock”, de Simon & Garfunkel, “You've Got a Friend”, do James Taylor, e “Brown Sugar”, dos Rolling Stones, entre outros.