Religiosos anunciam protesto no funeral de Dio

Igreja Batista de Westboro diz que cantor era “adorador de satã”

Da redação Publicado em 24/05/2010, às 11h59

Membros da Igreja Batista de Westboro protestarão no funeral de Ronnie James Dio
AP

A Igreja Batista de Westboro, no Kansas, está preparando um protesto a ser realizado no funeral de Ronnie James Dio, que acontecerá em 30 de maio, em Hollywood. O grupo sustenta que o roqueiro, que morreu no domingo, 16, de câncer no estômago, era um "adorador de satã" que "incitava a violência".

A igreja, detentora do site Godhatesfags.com (algo como "Deus odeia bichas", em tradução livre), é comandada pelo pastor Fred Phelps - que havia declarado que os ataques terroristas e os desastres naturais que têm acontecido são uma vingança de Deus contra a sociedade que tolera a homossexualidade.

"Você sabe que o adorador de Satanás (ou pelo menos um deles) de 67 anos, Ronnie James Dio, famoso pelo Black Sabbath, está morto, certo? Estaremos lá!", escreveram em comunicado. "Só porque as chances de qualquer um dos eleitos de Deus integrar este grupo de bajuladores do heavy metal seja reduzida, não quer dizer que eles não devam ouvir algumas boas palavras." Leia aqui um dos textos (em inglês) liberados no site.