Renato Ladeira, do Herva Doce, morre aos 63 anos no Rio de Janeiro

Artista não resistiu a uma parada cardiorrespiratória e será enterrado nesta quinta-feira, 13

Redação Publicado em 13/08/2015, às 13h41 - Atualizado às 16h18

Renato Ladeira, vocalista e tecladista do Herva Doce, morreu em 12 de agosto de 2015
Reprodução/Facebook

Morreu na noite desta quarta-feira, 12, no Rio de Janeiro, aos 63 anos, Renato Ladeira, vocalista e tecladista da banda Herva Doce, responsável nos anos 1980 pelo grande sucesso "Amante Profissional".

A esposa da músico informou pelo Facebook que a morte se deu de forma repentina, devido a uma parada cardiorrespiratória. Ele será velado e sepultado ainda nesta quinta, 13, a partir das 14h30, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, Zona Oeste do Rio.

Filho da atriz Renata Fronzi, de Família Trapo, e do radialista César Ladeira, Renato Ladeira fundou nos anos 1960 o grupo de iê-iê-iê The Bubbles, que mais tarde viria a acompanhar Gal Costa e Erasmo Carlos com o nome A Bolha.

Em 1982, ele lançou o primeiro CD com o Herva Doce, regravando "Erva Venenosa" – versão de "Poison Ivy", do The Coasters –, também gravada pelos Golden Boys, por Rita Lee e pelos Rolling Stones. O grande hit da banda sairia com o ska "Amante Profissional", até hoje vivo pelos famosos versos: “Amor sem preconceito/ Sigilo total/ Sexo total/ Amante profissional”.

Em 1983, o Herva Doce abriu o show do Kiss, no Maracanã, para mais de 200 mil pessoas – eles também fizeram a apresentação de abertura para o Van Halen em solo carioca. Ladeira foi parceiro de Cazuza na música "Faz Parte do Meu Show".