Retratos de Frida Kahlo, anotações e cristais: Florence Welch mostra a casa onde mora

Com shows marcados no Brasil, artista diz que espaço é um "grande livro de rascunhos"

Redação Publicado em 27/01/2016, às 13h42 - Atualizado às 15h06

Florence Welch mostra a casa que mora no sul de Londres

Ver Galeria
(5 imagens)

Sentada no jardim de casa no sul de Londres, Florence Welch toma chá ao lado de um livro sobre auto-hipnose. Em vídeo divulgado pela revista Nowness, a artista que se apresenta no Brasil em março mostra os cantinhos do lugar onde tira as pausas criativas da turnê.

"Não me sinto confortável em espaços minimalistas", comenta a cantora. Obcecada por Frida Kahlo, Florence conta que coleciona peças com o rosto da artista. Cercada por imagens religiosas, cristais e anotações nas paredes, ela diz que o lar é uma ampliação da vida que tinha com a família.

"Essa é a primeira casa para onde me mudei depois de sair da casa da minha mãe. Ela me disse que eu estava proibida de mudar para algum lugar que estivesse a mais de dez minutos de distância, então aqui estou", conta entre risos. "Não mudei muito o espaço. Foram apenas algumas camadas de tinta e trocas de maçaneta por que as pequenas coisas podem realmente fazer a diferença."

Florence se considera uma "decoradora peculiar". Para ela, "ter um monte de coisas e um monte de caos ao redor é uma maneira de se esconder". A inspiração das músicas que cria surge muitas vezes neste espaço, no qual ela reúne recortes de anotações com letras de músicas do The National, poemas e frases de amigos. "Essa casa é como um livro de rascunhos, tem coisas coladas por todos os lados, é um grande caderno de anotações", brinca. "É um espaço estar com os próprios pensamentos", explica.

Assim como em 2015, o Lollapalooza anunciou a realização de shows paralelos com as atrações do megaevento em outras capitais do Brasil, além de São Paulo, casa do festival. Florence + the Machine e Mumford & Sons estão inclusos na lista de atrações.

Lollapalooza 2016: Florence + the Machine e Mumford & Sons farão shows paralelos; saiba mais

São Paulo recebe as chamadas Lolla Parties, com shows em lugares menores. No dia 11 de março, a cantora Marina and the Diamonds se apresenta no Audio Club, local que também recebe o projeto de DJ (o Snoopadelic) de Snoop Dogg, dia 13, e Alabama Shakes (com abertura do Cold War Kids), no dia seguinte. Ainda na capital, Eagles of Death Metal e Vintage Trouble tocam no Cine Joia no dia 15.

No Rio de Janeiro, dois dos nomes mais esperados do festival, Florence e Mumford & Sons, tocam na mesma noite, no Metropolitan, em 14 de março. Dois dias depois, Twenty One Pilots e Walk The Moon dividem o palco do Sacadura 154. Já o Circo Voador recebe Of Monsters and Men e The Joy Formidable no dia 13 e o Alabama Shakes dois dias depois.