Revelada a ficha do FBI de Ol' Dirty Bastard, integrante morto do Wu-Tang Clan

Documento de 93 páginas reporta a vigilância feita pelo órgão para investigar uma possível atividade criminosa

Redação Publicado em 10/01/2012, às 16h01 - Atualizado às 16h48

Ol' Dirty Bastard
AP

Um longo arquivo do FBI com informações sobre a suposta atividade criminal de Ol' Dirty Bastard, falecido rapper do Wu-Tang Clan, foi divulgado graças ao Freedom of Information Act.

"Os detetives documentaram em seus arquivos que o WTC está profundamente envolvido na venda de drogas, armas ilegais, posse de arma, assassinato, roubo de carros e outros tipos de crimes violentos”, diz uma amostra de um dos arquivos.

Nascido Russell Jones, Ol' Dirty Bastard foi preso diversas vezes durante seu curto período de vida por motivos variados, incluindo o uso de um colete a prova de balas sendo que era um criminoso condenado – ele foi a primeira pessoa a ser presa por causa dessa lei da Califórnia, que na época era nova. ODB morreu em 13 de novembro de 2004, logo após seu aniversário de 36 anos. A causa da morte foi determinada como overdose acidental.