Rihanna consegue ordem de restrição contra fã que invadiu sua mansão

Jonathan Whooper alegou ser o "futuro marido" da estrela

Redação Publicado em 14/10/2013, às 12h05 - Atualizado às 18h05

Rihanna
Lee Griffith/AP

Rihanna ficou assustada quando um homem invadiu sua casa em Los Angeles, no dia 29 de setembro, e depois de um processo legal ela conseguiu uma ordem de restrição contra Jonathan Whooper.

Proibidos: relembre clipes que tiveram que sair do ar ou ter o conteúdo alterado, como “S&M”, de Rihanna.

O fã, segundo informações do site TMZ, alegou diante do juiz ser “o futuro marido da cantora”. A previsão de Whooper, contudo, dificilmente se concretizará, já que agora ele terá que permanecer a pelo menos 100 jardas de distância da estrela, da casa e do escritório dela. Ele foi identificado pelos seguranças de Rihanna como o homem que atirou uma cadeira contra uma parede de vidro no quintal da mansão da cantora.

Rihanna não foi a primeira a recorrer a medidas legais contra fãs ensandecidos. Em maio deste ano, Robert Plant conseguiu se proteger de Alysson Billings, fã que o perseguia havia três anos e começou a adotar práticas mais agressivas depois que o ex-Led Zeppelin terminou um relacionamento.