Rihanna lidera lista das estrelas mais populares na rede

Cantora ficou à frente de Lady Gaga, Eminem e Justin Bieber em ranking da revista Forbes

Redação Publicado em 10/08/2012, às 10h47 - Atualizado em 13/09/2012, às 13h03

Rihanna
Reprodução / Instagram

Rihanna perdeu seu contrato com uma marca de cosméticos por ser “sexy demais” e logo depois de um executivo da marca anunciar tal decisão a cantora colocou, ironicamente, uma foto dele no Twitter. De fato, a estrela é ativa no microblog e constantemente conversa com seus fãs por ali. Esta conduta lhe rendeu a liderança em uma lista divulgada nesta sexta, 10, pela revista Forbes, das dez celebridades mais populares nas redes sociais.

Tapas na bunda, mensagens de texto safadinhas, espaguete: uma semana agitada com Rihanna, a sex symbol mais complicada do pop.

Outra estrela que costuma divulgar novidades pelo Twitter é Lady Gaga, que nesta semana anunciou, por exemplo, que o nome de seu novo álbum será ARTPOP - “as letras são em caixa alta”, ela ressaltou. Eminem alcançou a terceira posição, e a legião adolescente alçou Justin Bieber ao quarto lugar, à frente de Katy Perry.

Mas não foram apenas estrelas da música pop que apareceram no ranking. Cristiano Ronaldo despontou como o atleta mais bem sucedido na rede, mesmo que, como observa a revista, não poste nada muito frequentemente. Shakira, Taylor Swift, Lil Wayne e Selena Gomez completam a lista.

Veja a relação:

1 – Rihanna: Twitter: 23,8 milhões / Facebook: 59,6 milhões

2 - Lady Gaga: Twitter: 28 milhões / Facebook: 53 milhões

3 – Eminem: Twitter: 11,9 milhões / Facebook: 60,3 milhões

4 – Justin Bieber: Twitter: 26 milhões / Facebook: 45,8 milhões

5 – Katy Perry: Twitter: 24,5 milhões / Facebook: 45.7 milhões

6 – Shakira: Twitter: 17,6 milhões / Facebook: 54,5 milhões

7 – Cristiano Ronaldo: Twitter: 12 milhões / Facebook: 47,5 milhões

8 – Taylor Swift: Twitter: 17 milhões / Facebook: 33,6 milhões

9 – Lil Wayne: Twitter: 7,9 milhões / Facebook: 40 milhões

10 – Selena Gomez: Twitter: 12,3 milhões / Facebook: 33 milhões