Ringo Starr levou anos para se sentir igual aos outros Beatles; entenda como uma turnê mudou tudo

Em entrevista, o baterista falou sobre a turnê de 1964 aos Estados Unidos

Redação Publicado em 24/06/2020, às 18h06

None
Ringo Starr (Foto: AP)

A formação dos Beatles é icônica. John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr representavam o quarteto imbatível da música - mesmo assim, demorou muito tempo para o baterista se sentir igual aos outros colegas de banda. As informações são do Cheatsheet.

+++LEIA MAIS: Qual música dos Beatles Ringo Starr escreveu depois de ‘abandonar’ a banda pela primeira vez?

Em 1957, John Lennon fazia parte de outra banda, a The Quarrymen, quando convidou Paul McCartney para o grupo. No ano seguinte foi a vez de George Harrison se tornar integrante. Apenas alguns anos depois o baterista Ringo Starr entrou para banda - que se tornou os Beatles.

Apesar de formar o quarteto icônico, Starr se sentia diferente dos outros Beatles até 1964, quando a banda fez uma turnê inesquecível aos Estados Unidos. Em entrevista à Anthology, o músico explicou sobre a época:

+++LEIA MAIS: Ringo revela ajuda de Harrison para finalizar música dos Beatles: 'Não tinha talento'

"Os Estados Unidos foram os melhores. Foi um sonho vindo do Liverpool. Eu amei. O rádio estava na moda, a TV estava ligada, estávamos indo a clubes. E eles amavam Ringo por lá”, disse Starr.

Segundo o músico, a forma como ele foi tratado mudou a perspectiva dele sobre o papel no grupo: “Quando chegamos à América, não eram JOHN, PAUL, GEORGE e Ringo; metade do tempo era RINGO, PAUL, GEORGE e JOHN ou o que quer. De repente, foi igual”. 

+++ LEIA MAIS: Por que Quincy Jones disse que os Beatles eram ‘os piores músicos do mundo’?


+++ A PLAYLIST DO SCALENE