Ringo Starr relembra o momento “incrível” dos Beatles no programa de Ed Sullivan

“Eu estava assim: aaaaah!”, conta o baterista à Rolling Stone EUA nos bastidores de um evento em Los Angeles

GAVIN EDWARDS Publicado em 22/01/2014, às 12h59 - Atualizado às 13h01

Ringo Starr fez show acompanhado da All-Starr Band, no Credicard Hall, em São Paulo.
MRossi / T4F / Divulgação

Nos bastidores do El Rey Theater esta semana, quando recebeu o prêmio “Lifetime of Peace and Love”, da David Lynch Foundation for Consciousness-Based Education e World Peace (organização voltada para promoção da educação e da paz), Ringo Starr cumprimentou visitantes com o cotovelo em vez de com um aperto de mão (“é a temporada de gripes e resfriados”, explicou) e cedeu uma curta e improvisada coletiva para um público de dois repórteres, incluindo a Rolling Stone EUA. A aparição dele no Grammy, ele disse, marca o aniversário de 50 anos da apresentação dos Beatles no The Ed Sullivan Show. Aqui estão alguns extratos da conversa:

A Vida Fotográfica de Ringo Starr: livro reúne imagens perdidas dos Beatles eternizadas pelo baterista

Você tem alguma lembrança de ganhar o prêmio de Artista Revelação no Grammy de 1964?

Não. Eu lembro que houve um em Nashville uma vez, e eu e Harry Nilsson subimos ao palco. Os Beatles ganharam, tipo, 19 Grammys. Eles os trouxeram em uma bandeja, e eram tantos Grammys que era difícil de erguer.

Quando você lembra daquela noite no Ed Sullivan Theater...

Incrível. Era o Ed Sullivan, e era um grande show. e nós não sabíamos enquanto estávamos tocando que 70 milhões de pessoas estavam assistindo, mas estar na América era tão empolgante. Toda música que amávamos estava na América; veio da América para a Inglaterra. Da onde viemos, Liverpool, era ótimo porque era um porto, então todos os caras de Nova York traziam discos de lá. Vinis naquela época, os LPs, e era simplesmente demais. Eu conseguia sentir a adrenalina, mesmo no avião, era tão empolgante. Eu estava assim: "Aaaah!"

Você se lembra da primeira vez quando meditou?

Na Índia. Bem, nós fomos à Gales fazer os seminários com Maharishi, mas realmente, quando chegamos na Índia, era uma meditação em grupo.

Quem foi a pessoa mais esclarecida que você conheceu?

Ah, bem, você conhece tantas pessoas na estrada tortuosa da vida. Eu não acho que dê para escolher um nome. Você não pode dizer este, ou aquele. Não é muito esclarecido.

Saiba mais: Paul McCartney e Ringo Starr vão se apresentar em homenagem do Grammy aos Beatles"