Ringo Starr sobre o fim dos Beatles: ‘Pagamos um preço muito alto’

Músico relembrou como a imprensa dificultou o relacionamento de John Lennon e Yoko Ono

Redação Publicado em 08/07/2020, às 09h33

None
The Beatles (Foto: AP Images)

Ringo Starr completou 80 anos de idade nesta terça, 7, e refletiu sobre o legado dos Beatles e como a fama interferiu na vida pessoal de cada integrante. Ao relembrar o primeiro encontro com Yoko Ono, o baterista e cantor criticou a cobertura da imprensa sobre o relacionamento de John Lennon.

Em entrevista ao El País, Starr relembrou os tempos no Quarteto Fabuloso com nostalgia. "Foi um sonho impossível que virou realidade. Pertencer à melhor banda do mundo”, comentou.

+++ LEIA MAIS: Reunião dos Beatles: Paul McCartney e Ringo Starr tocam Helter Skelter; assista

Esse sonho, porém, não foi realizado sem consequências para os envolvidos. Quando Starr viu Yoko e Lennon juntos pela primeira vez, o casal estava na cama no estúdio, e o baterista simpatizou com a companheira do colega. “É uma mulher divertida. A imprensa tornou tudo mais esquisito, porque nos apoiamos mutuamente”, criticou. “Fizemos boa música, mas pagamos um preço muito alto”.

Em 2019, Starr revelou que se tornou alcoólatra após o fim dos Beatles e só conseguiu superar o vício ao retornar aos palcos. 


+++ RAEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO