Rita Lee vende (quase) tudo

Bazar com peças da cantora será realizado no próximo sábado, 11, em São Paulo, com itens a partir de R$ 50

Por Patrícia Colombo Publicado em 09/12/2010, às 12h25

Rita Lee coloca algumas peças de roupa à venda em bazar

Ver Galeria
(2 imagens)

Rita Lee colocará à venda algumas das peças de seu acervo pessoal em um bazar, que também contará com uma exposição, no próximo sábado, 11, no Lions Club, em São Paulo. O público que der uma passadinha por lá poderá encontrar mais de 500 itens, entre roupas, sapatos, acessórios e até instrumentos.

"Ela guarda roupas em um sótão e a primeira vez que subi lá fiquei encantada com tantas peças lindas", conta Camila Fremder, publicitária, escritora e nora de Rita Lee, responsável pela organização do bazar. Em entrevista por e-mail à Rolling Stone Brasil, ela diz que, ao encontrar aquele material todo, pensou em realizar uma exposição, mas como a cantora tinha interesse em se desfazer de algumas peças, ambas decidiram unir as ideias e realizar uma mostra que também contasse com objetos à venda.

Camila aponta o erro comum que tem sido relacionado ao bazar: o de que os artigos mais significativos para a cantora também estariam à venda. "As peças históricas não serão vendidas", esclarece. "Fizemos uma seleção de itens de show com peças do dia a dia, e, acreditem, ainda sobrou muita coisa por lá." Após décadas de carreira, não é de se estranhar o acúmulo de artigos carregados de história, pertencentes a uma das principais cantoras nacionais (e maior representante feminina do rock brasileiro). Sobre se precisou convencer sogrona a "dar uma geral" no armário, Camila revela que não: "Ela estava decidida de que precisava limpar um pouco os ares da casa."

Do que pode ser adquirido, Camila não divulga valores de itens específicos. Contudo, revela que o público poderá encontrar desde camisetas custando R$ 50 a saias de tule de R$ 400 e calças por R$ 200. "E instrumentos autografados bem mais caros", acrescenta. "Tem de tudo. Peças feitas a mão, casacos Kenzo, Jean Paul Gaultier e camisetas Versace."

Este é o primeiro bazar organizado por Camila, que não esconde a dificuldade de estipular os valores de determinados objetos. "Foi um drama [risos]", conta. "Mas muita gente ajudou, inclusive temos um brechó nos auxiliando em tudo." O brechó em questão é Juisi by Licquor, para o qual algumas peças serão encaminhadas caso não sejam vendidas no evento.

Questionada sobre o que será feito com o dinheiro obtido a partir das vendas, Camila Fremder conta que ainda não há nada certo, mas que existe a possibilidade de doação. "Sim, há interesse [em doar], a Rita sempre ajuda as entidades que cuidam dos animais."

Bazar Rita Lee

11 de dezembro (abertura para convidados 16h, abertura para o público em geral 18h)

Lions Nightclub (Av. Brigadeiro Luís Antônio, 277, 1º andar)

Entrada: R$ 20 de consumação