Pulse

Robert De Niro teme que novas tecnologias deixem filmes "iguais aos da Marvel"

O ator participa em The Irishman, filme que será lançado no dia 1º de novembro de 2019

Redação Publicado em 15/10/2019, às 18h36

None
Robert De Niro (Foto:Sthanlee B. Mirador/Sipa USA)

As novas tecnologias utilizadas no filme da NetflixThe Irishman, de Martin Scorsese, prometem rejuvenescer digitalmente três atores mais velhos, entre eles Robert De Niro. No entanto, o ator está apreensivo com essa possibilidade.

+++LEIA MAIS: Robert De Niro, Al Pacino, máfia e assassinatos: Martin Scorsese está de volta com The Irishman

Em uma entrevista para o Screen Rant no Festival de Cinema de Londres, que aconteceu entre os dias 2 e 13 de outubro, De Niro falou sobre problemas relacionados ao CGI (Computer Graphic Imagery): “As coisas de tecnologia só podem ir até certo ponto[...] Se ela evoluir a algo que se torna o que não é uma pessoa, um humano, então se torna outro tipo de entretenimento. Igual as coisas de quadrinhos, Marvel. Os personagens de quadrinhos, cartunescos”, disse o astro.

The Irishman, baseado no livro de 2003 de Charles Brandt - I Heard You Paint Houses - conta com três grandes astros do cinema. Além de Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci também atuam no filme, no qual aparecerão "rejuvenescidos" em cerca de 40 anos. 

+++LEIA MAIS: Robert De Niro é acusado de discriminação de gênero e assédio por ex-funcionária

O longa poderá ser visto nos cinemas a partir de 1º de novembro, e estará disponível na Netflix no dia 27 de novembro.