Robert Pattinson diz que criou “hambúrguer de macarrão”. E eu tentei melhorá-lo

Na capa da GQ, o ator tentou fazer a receita e um redator da Rolling Stone fracassa ao tentar repetir a invenção

Charles Holmes, da Rolling Stone EUA Publicado em 14/05/2020, às 12h19

None
Robert Pattinson (Foto: Sipa / AP)

Robert Pattinson teve um sonho. Em isolamento, o ex-vampiro e atual Batman refletia sobre um plano de negócios que deveria ser infalível. Começou com duas perguntas simples: "[E se] as massas tivessem realmente o mesmo tipo de credenciais de fast-food que hambúrgueres e pizzas" e "Como você faz um macarrãoque possa segurar nas mãos?" A invenção seria chamada de "Piccolini Cuscino", disse ele à GQ. Em italiano, significa "pequeno travesseiro".

Ao longo da recente reportagem de capa de Pattinson com a GQ, fica claro que ele não tem ideia de como materializar esse sonho. Isso ocorre principalmente porque ele tem o dote culinário de um guaxinim no corpo de um homem das cavernas; o ator coloca macarrão no microondas, substitui flocos de milho por migalhas de pão, une o hambúrguer monstruoso com queijo, faz uma crosta de açúcar e destrói um microondas ao colocar papel alumínio no aparelho - tudo isso durante uma videochamada com um repórter assistindo cada movimento. "Talvez, tipo, um sócio simplesmente apareça", esperava Pattinson, enquanto o país observava o ator se debater para apresentar os negócios, como um concorrente comum no reality show Shark Tank.

+++ LEIA MAIS: Robert Pattinson não quer a mesma fama de Crepúsculo com The Batman: “sou meio chato e velho agora”

O experimento de Pattinson foi um desastre, e o mundo não está mais próximo de uma franquia de fast-food de massas portáteis. Mas e se uma pessoa que não, nas palavras dele, “come feito um animal selvagem. Tipo, de uma lata de lixo”, tentasse melhorar o hambúrguer de macarrão? Não haveria flocos de milho ou camada de açúcar. Nenhum aparelho seria destruído. A tarefa não seria fácil, mas o objetivo era simples o bastante. É possível fazer um hambúrguer de macarrão?  Outras publicações, especificamente Mel Magazine, tentou reproduzir a mistura de Pattinson. Até agora, os resultados pareciam indicar que seria necessário outro método para tornar a massa uma verdadeira experiência portátil. O que segue é minha tentativa de contribuir para essa investigação científica: E se você tentasse fazer o hambúrguer de Robert Pattinson em casa?

Ingredientes

1 xícara de macarrão parafuso
1 xícara de penne
2 xícaras de farinha de rosca italiana
Farinha de amêndoa
2 ovos
Óleo vegetal
2 colheres de sopa de molho de tomate
1 fatia de queijo mussarela

+++ LEIA MAIS: 6 vezes que Robert Pattinson mostrou que realmente não gosta de Crepúsculo

Meu plano para o hambúrguer era simples. Cozinharia dois tipos de macarrão (parafuso e penne) por 20 minutos, até ficarem no ponto al dente, esfriar no freezer, jogar cada um no liquidificador NutriBullet e fazer uma empada. Esse plano saiu imediatamente dos trilhos.

Nenhuma quantidade de episódios de Top Chef ou Great British Bake-Off pode te preparar para a realidade de que macarrão frio e cozido não se destina a um NutriBullet. Os fragmentos de macarrão rapidamente começaram a grudar nas paredes do copo plástico do liquidificador e, quando retirados, imediatamente cobriram minhas mãos em uma luva semelhante a cola. Enquanto tentava enrolar os cacos de macarrão em uma empada, meus dedos apenas grudavam um no outro. Porquê Pattinson precisava de camadas de queijo para unir macarrão está além do meu entendimento. O glúten é o agente de ligação perfeito da natureza.

+++ LEIA MAIS: Qual a ligação entre The Batman, Crepúsculo e Jared Leto?

Enquanto lavava as mãos após a primeira tentativa fracassada, Sushi, meu gato, derrubou o primeiro lote de macarrão cozido em um ato desafiador. Ele tinha razão. Na minha segunda tentativa, cobri minhas mãos com azeite, o que deixou a massa lisa o suficiente para formar rissóis do tamanho médio de um Quarterão com Queijo do McDonald's. Tivemos nosso primeiro sucesso, mais ou menos. 

O próximo passo foi dar ao hambúrguer um exterior crocante como um sanduíche de frango frito. Pattinson sugeriu açúcar - "Ele realmente precisa de uma crosta de açúcar", disse à GQ - mas essa parecia uma maneira pouco recomendada de colocar uma crosta a qualquer alimento que não seja sobremesa.

+++ LEIA MAIS: Imagens revelam novo visual de Robert Pattinson para The Batman

Primeiro, coloquei óleo vegetal no fogão em uma panela grande e deixei aquecer enquanto formava o restante dos hambúrgueres. Depois, bati dois ovos e reservei uma tigela de farinha amêndoas e farinha de rosca italiana, quando percebi que estava basicamente revestindo um carboidrato (macarrão) em outro carboidrato (farinha de rosca), fritando tudo para colocar entre mais carboidratos: pãezinhos de hambúrguer (Foi preciso uma leitura atenta para perceber que Pattinson usava os pães, e não que o macarrão fosse o pão em si). Imprudentemente, talvez, continuei minha tarefa, mergulhando a mistura em ovos, farinha, ovos novamente e farinha de rosca, antes de fritar cada lado por 2-3 minutos até dourar. Deixei descansar em papel toalha.

+++ LEIA MAIS: Robert Pattinson diz que vai virar ator pornô se papel de Batman não der certo

O que é preciso entender sobre um hambúrguer de macarrão é o peso absoluto. Não se compara a qualquer hambúrguer que já segurei: carne, peru, legumes, salmão. Na mão, o pegajoso tijolo de glúten parece tão pesado quanto um disco de hóquei. Se derrubado, poderia provocar um baque que seria escutado em outra sala. Pattinson não pode chamar a nova invenção de "pequeno travesseiro" com boa fe. É muito mais próximo ao peso de um bloco de concreto.

Também é quase impossível descrever com precisão o sabor e a sensação de um hambúrguer de macarrão na boca. De muitas maneiras, é ilusório. Quando levei o hambúrguer até minha boca e dei a primeira mordida, o exterior crocante era tão gostoso quanto um bolinho de siri quente. Mas o hambúrguer de macarrão não tinha outros prazeres para oferecer. Rapidamente, uma monção gelatinosa envelopou minha boca. De todos os ângulos, meu paladar foi atacado com a textura pegajosa de mingau frito. Uma pasta de carboidratos consumiu minha boca e ameaçou sufocar meu esôfago. Em uma tentativa tardia de autopreservação, tentei cuspir toda última gota do que acabara de entrar na minha boca, mas pedaços de massa grudaram no céu da minha boca.

+++ LEIA MAIS: Robert Pattinson, o protagonista de The Batman, revela que não sabe "como realmente atuar"

Um copo de água era minha única salvação. Os olhos amarelos de Sushi me observavam com desgosto. O macarrão derrubado foi o aviso que eu não atendi. Depois que o óleo esfriou, minha boca recuperou o sabor normal e os quatro hambúrgueres de macarrão foram sequestrados de vista, a realidade da situação resolvida.

Hambúrgueres de macarrão são uma abominação. Nenhuma bruxaria pode mudar esse fato. Sejam cobertos de açúcar e flocos de milho ou fritos como uma costeleta de frango, o resultado sempre será o mesmo. Macarrão não foi feito para segurar nas mãos. 


Tradução: Larissa Catharine Oliveira


+++ O TERNO | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL