Pulse

Robert Pattinson diz que Saga Crepúsculo estava a frente do seu tempo - em um aspecto

O ator não gosta de lembrar da época em que interpretou Edward na saga, mas atualmente, pontua um diferencial

Redação Publicado em 09/04/2019, às 12h41

None
Robert Pattinson (Foto: Jordan Strauss/Invision/AP)

Embora Robert Pattinson tenha sido chamado para atuar em filmes independentes, ele sempre foi conhecido por interpretar Edward da saga de Crepúsculo.

O filme foi um sucesso de bilheterias, mas após um tempo, ganhou uma recepção negativa. E por anos, Pattinson não gostava de se referir a época que trabalhou nos filmes. No entanto, ultimamente, o ator tem sido mais gentil, e notou que a trilha sonora em particular se destaca em comparação com os outros longas daquele período.

"Eu assisti o Crepúsculo: Lua Nova outro dia, e realmente o filme tem uma trilha sonora incrivelmente boa. Eu esqueci completamente, mas isso [as trilhas sonoras] estavam bem a frente do seu tempo."

"A música é um componente muito importante no cinema, por isso, mesmo que não seja um filme bem recebido, há sempre a chance de que suas músicas sejam agradáveis. Alguns fazem uma coisa bem tradicional. Mas os filmes da saga foram acompanhados por músicas que foram interpretadas por uma variedades de artistas e bandas, incluindo "Meet Me on the Equinox" por Death Cab for Cutie e "Possibility" por Lykke Li", conta Pattinson. 

"Desde que a série de filmes do Crepúsculo terminou, houve outros que, apesar de não estarem necessariamente no topo, numa escala da crítica, chamaram a atenção por suas trilhas sonoras, como Cinquenta Tons de Cinza." completa. 

Além de elogiar as trilhas sonoras do filme, Robert Pattinson também contou que é fascinado pelos jovens que perderam a fase louca e inicial de Crepúsculo, e estão descobrindo essas histórias apenas agora e estão apreciando.

"É fascinante ter uma segunda onda de pessoas apreciando e achando legal. Eu acho que quando qualquer coisa se torna um fenômeno massivo, sempre terá pessoas que não vão gostar, porque isso tem em todo lugar. Mas agora parece uma coisa retrô, com a trilha sonora e o visual. É bem "Nossa, como isso soa os anos 2000."