Robert Pattinson era a primeira opção para Cinquenta Tons de Cinza, diz escritor

Dakota Johnson e Charlie Hunnam foram anunciados como os protagonistas da adaptação dos livros de E.L. James

Redação Publicado em 03/09/2013, às 18h53 - Atualizado às 18h58

Robert Pattinson
AP

Bret Easton Ellis, autor do livro que deu origem ao filme Psicopata Americano, decidiu usar o Twitter para revelar algumas informações dos bastidores da adaptação de Cinquenta Tons de Cinza.

Crítica: ainda que seja literatura barata, Cinquenta Tons de Cinza estimula o mercado a olhar para a pornografia voltada à mulher.

A principal delas foi que Charlie Hunnam (Círculo de Fogo), anunciado para viver Christian Grey, não era a primeira opção da escritora dos livros. “Conversei com E.L. James em uma festa durante o verão: a primeira escolha dela para Christian era Robert Pattinson”, escreveu ele.

Bret Easton Ellis ainda informou que o nome de Matt Bomer (White Collar) e Ian Somerhalder (The Vampire Diaries) outro citado nos rumores para o papel de Christian nunca foi cogitado. “E.L. James e eu estávamos na casa de Rob Pattinson quando ela admitiu que Rob era a primeira escolha para Christian”, repetiu o escritor.

Depois de meses de especulações, o anúncio do casal de protagonistas, nesta segunda-feira, 2, pegou fãs da série literária desprevenidos. Para o papel de Anastasia Steele, por exemplo, foram citados nomes como Mila Kunis, Emma Watson e Kristen Stewart . No fim, quem ficou com a vaga foi Dakota Johnson.

O mesmo aconteceu com Charlie Hunnam, que venceu uma disputa com concorrentes bem mais populares.

O casal protagonizará o romance tórrido, repleto de sadomasoquismo e dominação que deu popularidade aos livros. A direção do longa ficará com Sam Taylor-Johnson e o roteiro será assinado por Kelly Marcel.

Cinquenta Tons de Cinza tem estreia marcada para agosto de 2014.