Robert Pattinson se inspirou em Elvis Presley para criar sotaque em Devil All The Time

Longa estreou na Netflix neste mês de setembro de 2020

Redação Publicado em 28/09/2020, às 11h58

None
Robert Pattinson em O Diabo de Cada Dia (Foto: Reprodução)

No dia 16 deste mês de setembro de 2020, a Netflix lançou O Diabo de Cada Dia, um dos filmes mais interessantes do ano, dirigido por Antonio Campos e estrelado por grandes nomes como Tom Holland, Robert Pattinson, Bill Skarsgård, Sebastian Stan, entre outros. O elenco da produção é um dos maiores destaques, principalmente com Pattinson, intérprete de Preston Teagardin, cujo sotoque roubou as atenções e foi inspirado em Elvis Presley.

O filme se passa no sul dos Estados Unidos, mas parte do elenco é britânico e precisou trabalhar com treinadores de dialeto, com exceção de Robert Pattinson, que quis trabalhar no sotaque do personagem sozinho. "Foi impossível para Rob obter treinamento de dialeto", disse Antonio Campos em entrevista ao Insider. "Ele simplesmente não queria fazer isso. Ele foi inflexível sobre descobrir por conta própria".

+++LEIA MAIS: Christian Bale teria 1 condição para voltar ao Batman em novo filme do Flash, revela site

Diferente do restante do elenco, Campos foi descobrir o sotaque do ator apenas no dia do início das filmagens. No entanto, embora houvesse um pouco de mistério sobre a voz, o diretor não estava nem um pouco preocupado se Pattinson iria entregar "algo ruim".

"Eu poderia não ter curtido, mas não ia ser ruim", comentou. "Eu prefiro que alguém venha com algo estranho que é uma escolha do que algo que não foi pensado. Então eu sabia que ele viria com algo interessante".

Robert Pattinson teve uma preparação própria ao papel. Antonio Campos falou com a Esquire que ele e o astro procuraram no YouTube e encontraram variados e ótimos materiais sobre pregadores evangélicos e "estrelas pop da época", como Elvis Presley, o Rei do Rock, que é do sul.

+++LEIA MAIS: E a Keira Knightly, que jurava que tinha sido a Padmé, nas prequels de Star Wars?

Presley nasceu no Mississippi, não no Tennessee como Teagardin. No entanto, o cantor se mudou ao Tennessee na quando estava no ensino médio, então talvez fosse uma representação decente e precisa do sotaque desejado pelo ator.

Mas o sotaque do Rei do Rock não foi o principal para a construção do personagem, mas sim a "própria loucura" de Robert Pattinson. "Ele tinha seu próprio processo e estava consumindo por conta própria muitas referências diferentes", revelou o diretor.


+++ MANU GAVASSI: 'SE A MÚSICA SÓ FOR UMA FÓRMULA, É VAZIA E NÃO EMOCIONA' | ENTREVISTA ROLLING STONE