Robert Plant e Alison Krauss são destaque no 51º Grammy

Parceria entre ex-vocalista do Led Zeppelin e cantora country rendeu cinco prêmios; Coldplay, um dos favoritos, ganhou quatro das sete categorias que disputava

Da redação Publicado em 09/02/2009, às 10h02

Robert Plant e Alison Krauss foram os grandes vencedores da 51ª edição do Grammy neste domingo, 8. A dupla levou cinco prêmios Grammy, vencendo em todas as categorias nas quais estava indicada.

O ex-vocalista do Led Zeppelin e a cantora levaram os gramofones de álbum do ano e melhor álbum folk (Raising Sand), gravação do ano ("Please Read the Letter"), melhor colaboração country com vocais ("Killing the Blues") e melhor colaboração pop com vocais ("Rich Woman").

O Coldplay de Chris Martin levou para casa três das sete estatuetas a que disputava: melhor performance pop em grupo e canção do ano por "Viva la Vida" (pela qual são acusados de plágio pelo guitarrista Joe Satriani), além de melhor álbum de rock por Viva la Vida or Death and All His Friends.

O rapper Lil Wayne, campeão de indicações em 2009 (foram oito, em sete categorias), recebeu quatro prêmios, incluindo melhor álbum de rap (Tha Carter III) e melhor canção de rap ("Lollipop").

Adele desbancou Duffy e foi eleita a revelação do ano. Mas a galesa não saiu de mãos vazias: Rockferry, seu disco de estréia e o título mais vendido no Reino Unido em 2008, foi escolhido como o melhor álbum pop. O veterano B.B. King papou o gramofone de melhor disco de blues tradicional por One Kind Favor.

Pela segunda vez consecutiva, Gilberto Gil foi indicado ao prêmio de melhor disco de world music, mas não conseguiu sair vencedor. Seu Banda Larga Cordel foi ofuscado por Global Drum Project, de Mickey Hart, Zakir Hussain, Sikiru Adepoju & Giovanni Hidalgo.

Clique aqui para conhecer a lista completa de vencedores (os nomes dos ganhadores estão acompanhados da figura de um gramofone).

Shows da noite

A abertura da festa ficou por conta do U2, com a aguardada apresentação ao vivo de "Get On Your Boots", primeira música de trabalho do novo disco dos irlandeses, No Line On the Horizon.

Como de praxe, a cerimônia foi recheada de parcerias: Al Green e Justin Timberlake com "Let's Stay Together", Dave Grohl voltando às baquetas ao lado de Paul McCartney em "I Saw Her Standing There" e Stevie Wonder com Jonas Brothers com "Burnin' Up" e "Superstition". Além destes, o evento ainda teve apresentações de Estelle ao lado de Kanye West, Radiohead (a banda de Thom Yorke, que toca no Brasil em março, levou os prêmios de melhor embalagem e melhor disco de música alternativa por In Rainbows) com a USC Marching Band, Chris Martin e Jay-Z, e Taylor Swift e Miley Cyrus.

A música de Nova Orleans foi homenageada, assim como celebridades da música falecidas nos últimos meses, incluindo Bo Didley, Isaac Hayes e Eartha Kitt. O primeiro também foi honrado com uma parceria musical de John Mayer, BB King, Buddy Guy e Keith Urban.

Os namorados Rihanna e Chris Brown cancelaram suas apresentações. Brown, de 19 anos, foi preso ontem, sendo acusado de ter agredido uma mulher.