Robert Plant fazia shows de graça após morte de John Bonham e fim do Led Zeppelin: 'Tentava mudar de lugar musical'

O músico falou sobre a carreira no podcast autoral Digging Deep

Redação Publicado em 11/12/2019, às 18h13

None
Robert Plant (Foto: Joel Ryan/AP)

Robert Plant criou o podcast Digging Deep, no qual conta sobre os processos pessoais durante a criação das músicas do Led Zeppelin. No episódio liberado nesta segunda, 9, o vocalista comentou sobre a morte de John Bonham em 1980 e o término da banda no mesmo ano.

Ao falar da música solo de 1983 “Big Log”, Plant disse como tentou "desesperadamente - em 81, 82, 83 - escrever músicas para tentar mudar de lugar musical”.

+++ LEIA MAIS: Robert Plant explica porque não se identifica mais com Stairway to Heaven, do Led Zeppelin

Ele continua e revela que formou uma nova banda no final dos anos 1980. “Eu não tinha para onde ir; O Led Zeppelin tinha acabado, John se foi, então eu formei um grupo chamado Honeydrippers. Tocávamos nos clubes da Inglaterra, sem receber nenhum dinheiro em troca”.

“Robbie Blunt e Andy Silvester eram os dois guitarristas, e eles eram extraordinários, e ainda são.”

+++ LEIA MAIS: Como Phil Collins moldou a carreira de Robert Plant após o fim do Led Zeppelin?

Apesar de ter formado a banda, Plant ficou desiludido com o grupo após um período: "Tocávamos covers de Gene Vincent para plateias de 13 pessoas em clubes no interior da Inglaterra, e não dava pra continuar daquele jeito por muito tempo. Além disso, eu queria saber se era possível fazer um som 'grande' mas que não fosse pesado demais".

O Honeydrippers ficou em atividade até 1985. A banda de R&B lançou apenas um EP na carreira, o The Honeydrippers: Volume One (1984).


+++ SCALENE SOBRE RESPIRO: 'UM PASSO PARA TRÁS, RESPIRAR E VER AS COISAS DE UMA FORMA NOVA'