Robert Plant indica que estaria disposto a uma reunião do Led Zeppelin

"Eu não tenho planos para 2014", disse o cantor

Rolling Stone EUA Publicado em 19/02/2013, às 10h14 - Atualizado às 13h21

Robert Plant_Abre Galeria
Thais Azevedo

Robert Plant indicou que estaria aberto a uma reunião do Led Zeppelin no próximo ano, depois do tentador show de 2007. Falando para uma versão australiana do programa 60 Minutes, o cantor fugiu da ideia de que é o responsável pela dormência do Zeppelin.

Na capa da edição de janeiro, Jimmy Page avalia a trajetória épica da banda com final repentino e trágico – e a sombra que isso ainda projeta sobre a vida dele.

"[Jimmy Page e John Paul Jones] são capricornianos. Eles não dizem nada. Eles ficam contidos em seus próprios mundos e deixam o resto para mim", diz Plant. "Eu não sou o cara mau... Você precisa ver os capricornianos – eu não tenho planos para 2014."

Plant, Page e Jones se reuniram para um único show, na O2 Arena, em Londres, em 10 de dezembro de 2007, com Jason Bonham posicionado na bateria, lugar que era ocupado por seu pai, John.

Apesar do guitarrista e do baixista estarem dispostos a sair em turnê depois daquilo, Plant não mostrou interesse. Page e Jones consideraram, então, encontrar um substituto, antes de abandonarem o plano e lançarem a gravação daquela apresentação de 2007 em DVD e Blu-ray, chamado Celebration Day, no ano passado.

Em novembro, Page falou à Rolling Stone sobre a tentativa fracassada de turnê, dizendo que Plant "estava muito ocupado". Mês passado, a banda começou negociações para o lançamento das músicas do Zeppelin em streaming.