Pulse

Robin Williams estava com mal de Parkinson em estágio inicial, afirma viúva do ator

Ator, que morreu nesta segunda, 11, não estava pronto para assumir a doença publicamente

Redação Publicado em 14/08/2014, às 17h14 - Atualizado às 18h45

Robin Williams
Reprodução/Facebook

Susan Schneider, viúva de Robin Williams, revelou em um comunicado oficial divulgado nesta quinta-feira, 14, que o ator estava nos estágios iniciais do mal de Parkinson. Segundo Susan, ele não estava preparado para tornar pública a notícia de que sofria da doença. As informações são do site The Wrap.

A carreira de Robin Williams em fotos; relembre grandes momentos.

A norte-americana ainda afirmou que o comediante, que era viciado em álcool e drogas, havia recentemente procurado ajuda tratar uma profunda depressão e conseguir manter a sobriedade dele intacta. Para Susan, a morte do marido fará com que outras pessoas que passam pelos mesmos problemas recebam ajuda.

Desde 1979, Robin Williams foi capa da Rolling Stone EUA cinco vezes ao longo da carreira; veja.

Veja abaixo a declaração completa:

"Robin dedicou muito da vida dele ajudando outras pessoas. Enquanto ele estava divertindo milhões no palco, em filmes ou na televisão, nossas tropas nas linhas de frente, ou confortando uma criança doente – Robin queria que nós ríssemos e sentíssemos menos medo.

Desde sua partida, todos nós que amávamos Robin temos encontrado um pouco de consolo na tremenda quantidade de afeição e admiração por ele de milhões de pessoas cujas vidas ele tocou. Seu grande legado, além de seus três filhos, é a alegria e felicidade que ele ofereceu aos outros, particularmente àqueles que enfrentam batalhas pessoais.

Famosos lamentam nas redes sociais a morte de Robin Williams

A sobriedade de Robin estava intacta e ele era corajoso quando enfrentava as suas próprias batalhas contra a depressão, ansiedade, assim como os estágios iniciais do mal de Parkinson, doença que ele ainda não se sentia preparado para tornar pública. Esperamos que, com a trágica partida de Robin, outros vão encontrar forças para procurar o tratamento e o apoio que precisam seja qual for a batalha que estejam enfrentando e que sintam menos medo."

Luta contra a depressão:

Williams, que tinha 63 anos de idade, foi encontrado morto na segunda-feira, 11, pela assistente pessoal dele, pendurado pelo pescoço por um cinto preso no armário. O ator tinha os pulsos cortados, mas o que causou a morte foi a asfixia provocada pelo enforcamento.

No último mês, ele havia se internado em uma clínica de reabilitação em Minnesota - Williams lutou contra o vício em álcool e cocaína no início da década de 1980, mas estava sóbrio há 20 anos.

Relembre as capas da Rolling Stone EUA estampadas por Robin Williams.

O ator foi indicado ao Oscar pelas performances em O Pescador de Ilusões, Sociedade dos Poetas Mortos e Bom Dia Vietnã, em 1991, 1989 e 1987, respectivamente. Ele ainda foi eleito o homem “mais engraçado” pela revista Entertainment Weekly, em 1997.

Williams havia concordado em reprisar o papel de Senhora Doubtfire em Uma Babá Quase Perfeita 2, que estrearia em 2015. No último ano, o comediante tinha estrelado uma série própria, The Crazy Ones, que foi cancelada após a primeira temporada.

O comediante deixou três filhos: Zachary Pym, 31; Zelda Rae, 25; e Cody Alan, 22. A última postagem do ator nas redes sociais foi uma foto com a filha, Zelda, no aniversário de 25 anos dela; veja: