Robin Wright diz que as declarações sobre Kevin Spacey foram distorcidas por revista

A atriz de House of Cards alega não ter desrespeitado ninguém ao falar do ex-colega de série

Redação Publicado em 30/10/2018, às 13h51

None
Jordan Strauss/Invision/AP

Robin Wright não ficou satisfeita com a repercussão de uma entrevista concedida à Net-à-Porter onde disse acreditar que existe uma segunda chance para o ex-colega de série, Kevin Spacey.

Na ocasião, a atriz teria dito que “todo ser humano tem a habilidade de melhorar”. “Se você quiser chamar isso de ‘uma segunda chance, então eu absolutamente acredito nela. É o que chamamos de amadurecimento”, ela acrescentou.

Em nova conversa, desta vez com a Variety, Robin comenta que não quis desrespeitar as pessoas que denunciaram Spacey por assédio sexual. “Eu não acho que é justo pedir para que eu siga comentando isso. Não é minha vida e eu tenho muita compaixão pelas pessoas que passaram e foram vítima disso.”

“É difícil dizer coisas coisa sobre este assunto na mídia porque os leitores estão apenas procurando boas manchetes. A forma que destacaram alguns trechos do que eu disse, fez parecer que eu estava sendo insensível com tudo isso, o que não é o caso”, completou.

Sobre todos as denúncias de assédio em Hollywood, a atriz acredita estarmos vivendo uma nova era. “A energia mudou, principalmente porque, se uma nova geração cresce saber o que é certo ou errado, as coisas mudam.”

A nova e última temporada de House of Cards estreia nesta sexta, 2, na Netflix.