Rock Band aceitará faixas de qualquer artista

Mas sem se empolgar: converter uma música ao formato adequado não sai barato

Da redação Publicado em 20/01/2010, às 13h15

Qualquer artista terá a chance, a partir de agora, de vender suas canções para jogadores do Rock Band, por meio do serviço Rock Band Network. As faixas poderão ser negociadas na loja online do game, anunciaram MTV Games e Harmonix. A oportunidade, na teoria, engloba todo mundo, de bandas independentes brasileiras a rockstars internacionais.

Mas a operação não é tão tranquila como, digamos, baixar um MP3. Para pôr seu repertório à disposição na loja virtual, o artista precisa converter sua música a um formato especial. Precisará entrar em ação, portanto, os serviços de um expert - o jornal britânico The Guardian estima que especialistas cobrem quase US$ 500 por um minuto de música.

Quando o arquivo estiver pronto, é preciso escolher o preço da faixa entre US$ 0,99 e US$ 2,99 (a MTV Games recolhe 70% dos lucros). A princípio, Rock Band Network só está disponível para Xbox 360.

"Esperávamos que esta iniciativa fosse atraente para artistas iniciantes", disse Paul DeGooyer, vice-presidente para jogos eletrônicos e música da MTV, ao jornal The Wall Street Journal. "O que nos surpreendeu foi o número de artistas com hits que se ofereceram." Entre os ávidos para entrar no mercado de game musical estão as trupes de Creed e Evavescence.

Já o selo Sub Pop, que tem sob seu guarda-chuva bandas como Shins e Mudhoney, prepara um "greatest hits" para o Rock Band. Mas Tony Kiewel, porta-voz da gravadora indie, se mostrou lúcido a respeito do papel do jogo como plataforma para novas bandas ganharem visibilidade. Por US$ 3, ninguém vai usar o Rock Band como ferramenta de descoberta. Isso não vai acontecer."