Rock in Rio 2017: Jared Leto recebe Projota e desce na tirolesa em show de "firulas" do Thirty Seconds to Mars

Banda liderada pelo cantor e ator vencedor de Oscar buscou fazer espetáculo no último dia do festival

Lucas Brêda, do Rio de Janeiro Publicado em 25/09/2017, às 01h47 - Atualizado às 02h20

Thirty Seconds to Mars no Rock in Rio

Ver Galeria
(2 imagens)

O Thirty Seconds to Mars fez um show para fãs no Rock in Rio. A banda relembrou a apresentação histórica na edição de 2013 do festival, tocando para os devotos, mas também buscou impressionar o público em geral (incluindo o grande número de pessoas que foi ao festival para ver o Red Hot Chili Peppers ou o Offspring).

A banda de Jared Leto caiu como uma luva para o Rock in Rio: reduziu o setlist a basicamente o necessário (foram apenas nove músicas no total) e fez todo o possível para conquistar a plateia. Jared Leto, vestido todo colorido de glitter, comeu açaí, esteve sempre comunicativo, cantou "Do or Die" com uma bandeira do Brasil e até recebeu diversos fãs no palco.

Leto também fez referência à memorável apresentação do Thirty Seconds to Mars no Rock in Rio de 2013, quando ele desceu na tirolesa em frente ao palco Mundo. O vocalista repetiu o ato (novamente deixando a plateia aos gritos), antes de puxar a versão acústica do hit "The Kill". Depois, o Thirty Seconds to Mars até recebeu o rapper paulistano Projota para um breve freestyle em "Walk on Water".

O som do Thirty Seconds to Mars é emocional e gera identificação por parte do público, mas acaba contando mais pela performance do que pelo setlist. Em uma sequência de firulas, o show da banda de Jared Leto (figura magnética, afinal e um ator vencedor de Oscar) funciona para a plateia em busca de um espetáculo.