Rock in Rio anuncia Espaço Favela, palco exclusivo para artistas de comunidades

A área será apresentada na edição de 2019, e contará também com botecos e uma representação cenográfica do ambiente das periferias cariocas

Redação Publicado em 26/04/2018, às 13h35 - Atualizado às 18h08

Baiana System em show potente no palco Sunset do Rock in Rio 2017, em 22/9
Marcos Hermes

Na última quarta, 25, os organizadores do Rock in Rio anunciaram que a próxima edição brasileira do festival, prevista para o segundo semestre de 2019, contará com um Espaço Favela, com artistas e comidas das comunidades cariocas.

Além do palco, que apresentará exclusivamente artistas das favelas, a área contará com uma representação cenográfica do ambiente periférico carioca e botecos, que refletirão a culinária dessas regiões. A ideia é “retratar a alegria de seus moradores. Vamos amplificar este universo dando vida aos seus personagens. Pessoas do bem que trabalham e buscam melhores oportunidades e condições de vida”, contou o empresário Roberto Medina.

Zé Ricardo, encarregado da curadoria artística do palco Sunset, será responsável também pelo Espaço Favela. Segundo ele, “queremos evidenciar o que é bom nas comunidades, não falta gente com conteúdo relevante para somar na cena artística do festival. A favela é um caldeirão de criatividade.” Mantendo a busca pela diversidade e expansão cultural, os artistas (que serão escolhidos no ano que vem), devem cobrir gêneros musicais como MPB, funk e samba.