Roger Taylor odiou vocais 'horríveis' de Freddie Mercury no primeiro show

Demorou um certo tempo para o vocalista do Queen chegar a persona pela qual é conhecido

Redação Publicado em 24/08/2020, às 13h01

None
Freddie Mercury (foto: AP/ Gill Allen)

Freddie Mercury tem uma das mais conhecidas (e melhores) vozes da história da música. Mas nem sempre foi assim… Até seus companheiros do Queen, Roger Taylor e Brian May, acharam o vocalista ruim no começo da carreira, como contaram ao …

Mercury demorou para ser a pessoa que conhecemos no Queen. Construiu sua persona no palco pouco a pouco, desde a primeira apresentação. Quando foi à público a primeira vez, em 23 de agosto de 1969, era praticamente irreconhecivel, como contou Ken Testi, empresário do coletivo de rock Ibex: “Ele ficou de costas para a audiência durante metade do primeiro ato. No fim da primeira música, a timidez tinha se esvaído, e ele cantava bem.”

+++ LEIA MAIS: As 7 melhores músicas do Queen escritas por Brian May, segundo site

Mas Tupp Taylor, baixista do grupo, discorda: “Deus, éramos ruins…. Freddie  não era nenhum Steve Winwood, Steve Marriott ou Joe Cocker. No começo, a afinação dele era péssima.”

Depois de algumas semanas, Idex foi convidado para tocar no Sink Club, em Liverpool. No mesmo dia, uma banda chamada Smile foi chamada para tocar, também. Dela, faziam parte Taylor e May. Lá, viram Mercury cantar pela primeira vez… E não foi nada bom: “Lembro de pensar: ‘bom como showman, mas não tenho certeza quanto à parte de cantar,’” comentou Taylor.

+++ LEIA MAIS: Por que os bens de Freddie Mercury foram queimados após a morte do vocalista do Queen?

Brian May concorda, mas também viu evolução rápida em Freddie Mercury quando voltaram a tocar juntos alguns meses depois no Imperial College: “Lembro do Freddie ser muito enérgico e fazia muito barulho. Nós mal conseguíamos acompanhar.”

Depois do fim do Idex, Mercury viu um anúncio no jornal: a banda Sour Milk Sea procurava um vocalista! Foi contratado imediatamente, e Chris Chesney, guitarrista, já via o potencial: “Quando Freddie se juntou a nós, era fantástico. Ele ainda não tinha toda aquela voz, mas cantava em falsetto, eu adorava.”

+++LEIA MAIS: Como foi a festa surpresa (e luxuosa) de Freddie Mercury para Roger Taylor em 1986?

Depois de alguns meses, porém, Sour Milk Sea acabou. Ao mesmo tempo, Tim Staffell, vocalista da Smile, desistiu. Em 27 de maio de 1970, a banda subiu ao palco testando uma nova dupla: Mike Grose, baixista, e Freddie Mercury. E então, sim, deu certo: Grose desistiu, mas o vocalista ficou - e logo, logo, Smile virou Queen.

+++ DELACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'