Roger Waters está no Brasil para divulgar ópera

Em entrevista coletiva, o músico falou sobre a montagem de Ça Ira – A Esperança

Paulo Cavalcanti Publicado em 29/04/2013, às 14h06 - Atualizado às 21h01

Roger Waters
Divulgação

Roger Waters, ex-Pink Floyd, está novamente no Brasil, depois de ter passado por aqui em 2012 com o show The Wall. Desta vez, ele veio para supervisionar e divulgar a montagem da ópera Ça Ira – A Esperança, que será apresentada nos dias 2, 4, 7 e 9 de maio, no Theatro Municipal, em São Paulo.

A obra, lançada originalmente em 2005 por Waters em um disco duplo, é baseada no libreto do francês Etienne Roda-Gil e se passa na época da Revolução Francesa, falando de injustiça, insanidade e da busca pela liberdade. Em entrevista coletiva de imprensa realizada na capital paulista na manhã desta segunda, 29, Waters, falante e detalhista, explicou o conceito musical. “Não tem nada de rock and roll. O acompanhamento vai ser feito por uma orquestra sinfônica”, contou. “Eu não gosto muito de música clássica contemporânea – é muito matemática. Eu prefiro a música clássica romântica que era feita no século 19. Eu me inspirei nela para criar as canções.”

Apesar de comparações óbvias com Os Miseráveis, Waters explica que ambas não têm nada a ver e que sua obra na verdade trata de um conceito universal. “Tenho acompanhado o que vem acontecendo no Brasil, todas as questões sociais e a luta pela liberdade de expressão”, afirmou. “Por isso acho que a montagem neste momento tem a ver. E a peça também foi adaptada para o país. Escrevi novas partes musicais, e o elenco inteiro é de brasileiros.” Uma das inovações é que a parte cênica da versão nacional vai ser baseada em conceitos de Arthur Bispo do Rosário, um artista plástico brasileiro do começo do século passado que viveu entre a loucura e genialidade.

André Heller-Lopes, o diretor cênico, diz que a ideia de trazer uma ópera como essa, escrita por um músico do Pink Floyd, é tornar o estilo acessível para quem não costuma se interessar pelo estilo: “Waters é um figura admirada por todos, não só pelo trabalho com sua antiga banda, mas também por seus projetos solo. Ça Ira – A Esperança abre a temporada de óperas do Theatro Municipal, e assim vai ser um grande evento”.

A ópera de Roger Waters vai ter preços relativamente populares para óperas – os ingressos vão de R$ 60 a R$ 100.