Rolling Stone denuncia assassinatos de civis do Afeganistão pelas mãos de soldados norte-americanos

A matéria de Mark Boal, publicada no site e na edição de abril da revista, traz fotos bastante explícitas de inocentes mortos e de seus corpos mutilados

Da redação Publicado em 02/05/2011, às 12h47

O site da Rolling Stone EUA publicou na íntegra a matéria "The Kill Team", veiculada na edição do dia 14 de abril da revista, que denuncia a forma como soldados norte-americanos mataram e mutilaram civis no Afeganistão.

A reportagem recorda que, no início do ano passado, um pelotão do exército dos Estados Unidos saiu atirando a esmo e vitimou, pelo menos, quatro civis inocentes e desarmados, mutilando seus corpos posteriormente. As atrocidades foram documentadas pelos próprios soldados, que fotografaram as matanças, e o Pentágono fez o que pôde para que essas imagens não chegassem aos olhos do público.

A Rolling Stone EUA obteve mais de 150 desses registros, bastante explícitos, que eram tidos como itens de memorabilia da guerra pelos soldados.

A pesquisa e a reportagem são de autoria de Mark Boal, que escreveu o premiado filme Guerra ao Terror e, inclusive, ganhou o Oscar de melhor roteiro pelo trabalho.

Clique aqui para ver a galeria de fotos, que, conforme foi mencionado acima, contém imagens bastante perturbadoras de mortes violentas. Para ler a matéria, clique aqui.