Rolling Stones ameaçam Donald Trump: ‘Se ignorar e persistir, será processado’

Os músicos repreenderam novamente o uso não autorizado de uma canção da banda em um comício do presidente norte-americano

Redação Publicado em 29/06/2020, às 12h00

None
Mick Jagger (Foto: Fiona Goddall / Getty Images)

Os Rolling Stones ameaçaram processar Donald Trump após o presidente dos Estados Unidos usar novamente uma canção da banda em um dos comícios dele, segundo informações da agência de notícias EFE

A música “You Can’t Always Get What You Want” foi tocada durante um evento de Trump em 2016 e foi novamente usada no último comício do presidente norte-americano, na cidade de Tulsa. Em um comunicado oficial, a banda anunciou que está preparada para entrar com uma ação legal caso a reprodução não autorizada se repita. 

+++ LEIA MAIS: A noite em que os Rolling Stones expulsaram Donald Trump: ‘Ou ele ou nós’, ameaçou Keith Richards

"Esta poderá ser a última vez que o presidente Donald Trump usa músicas dos Stones [...] A equipe jurídica dos Stonesestá trabalhando com o IMC. A BMI notificou a campanha de Trumpem nome dos Stones que o uso não autorizado de suas músicas constituirá uma violação do contrato de licença.”

O comunicado publicado pelo site Deadline ainda dizia: “Se Donald Trump ignorar a exclusão e persistir, enfrentará um processo judicial por tocar música de uma forma não autorizada".

+++ LEIA MAIS: Novas evidências sugerem o assassinato de Brian Jones, fundador dos Rolling Stones, 50 anos depois


+++ RAEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO