Pulse

Rolling Stones tocam Mercy Mercy ao vivo pela primeira vez em 50 anos; assista

Música foi lançada pela banda em 1965, e abria a versão americana de Out of Our Heads

Redação Publicado em 04/07/2019, às 18h15

None
Mick Jagger e Keith Richards, em show dos Rolling Stones em 1999 (Foto: AP Photo/Elise Amendola)

Durante sua apresentação em Washington, DC, desta quarta, 3, os Rolling Stones resolveram inovar o setlist com um pouco de nostalgia. Além de apresentar clássicos como "(I Can't Get No) Satisfaction" e "Miss You",  a banda tocou “Mercy Mercy”. A última vez em que a canção foi tocada ao vivo foi há quase 50 anos, em um show no Hyde Park. Quase meio século, mesmo: a performance aconteceu no dia 5 de julho de 1969. 

Mercy Mercy” é, na verdade, um cover de Don Covay, astro do soul. Sua versão original foi lançada em 1964, e chegou ao 35o lugar do Billboard Hot 100 no mesmo ano, o que levou os Rolling Stones a gravar sua própria versão. 

+++ LEIA MAIS: Quais foram as duas maiores brigas nos Rolling Stones?

A música foi lançada pelos Stones em 1965, e era a abertura da versão americana de Out of Our Heads, terceiro álbum de estúdio da banda. Foi este que apresentou "(I Can't Get No) Satisfaction", single que chegou ao topo de músicas do Hot 100, e levou o disco para o primeiro lugar de mais vendidos, também. Foi o primeiro álbum do grupo a vender mais de 1 milhão de cópias, e em 2003 entrou para a lista dos Os 500 Maiores Álbuns de Todos os Tempos, da Rolling Stone.

Além de “Mercy Mercy”, os Stones apresentaram na quarta-feira outras músicas pouco frequentes no setlist: “Rocks Off”, de 1972, e “Let It Bleed”, de 1969. Tocar músicas diferentes foi ideia de Mick Jagger para surpreender os fãs. “Estamos tentando tocar algumas músicas que não tocamos há anos, e coisas que nunca fizemos antes, algo estranho”, disse o músico ao Q107. 

+++ Rolling Stones: Como Mick Jagger e Keith Richards deram fim à rivalidade para a sobrevivência da banda 

Jagger sabe bem quais são os clássicos que a maioria das pessoas quer ouvir. “As favoritas são  ‘Paint it Black', ‘Honky Tonk [Women]’ e ‘Satisfaction’ e coisas assim. Não tocamos sempre todas que querem. Às vezes tocamos uma ou duas, mas existem tipo umas dez favoritas. Eu não sei o que as pessoas achariam se não tocassemos nenhuma. Acho que diriam ‘isso é ruim, vim para ouvir tal coisa.” Ao mesmo tempo, disse “Normalmente temos uma votação pelos fãs. E aí misturamos algumas coisas.”

Assista à nova apresentação de "Mercy Mercy":

+++ SESSION ROLLING STONE: Cynthia Luz acredita no amor puro com "Não Sou Sem Nós"