Ron Howard revela plano inovador para adaptar obra de Stephen King

Diretor trabalha em projeto para levar às telas os sete volumes de A Torre Negra em capítulos intercalados entre o cinema e a televisão

Da redação Publicado em 21/12/2010, às 19h08

Ron Howard está adaptando os sete volumes de A Torre Negra para o cinema e a TV
AP

Parece que Stephen King, o rei do terror na literatura, anda em alta. Além de o remake de Chamas da Vingança ter sido anunciado na semana passada, o conceituado diretor Ron Howard (Anjos e Demônios e O Código Da Vinci) revelou que tem ideias ambiciosas para realizar a adaptação da série de histórias A Torre Negra, uma das obras mais importantes de King. Conforme ele explicou em entrevista ao blog Hero Complex, do jornal LA Times, o projeto de ficção científica, terror e fantasia envolve três filmes e duas temporadas de série de TV que serão lançados de maneira intercalada.

"Eu realmente não consigo parar de pensar nisso", revelou Howard. A obra, notoriamente complicada de ser adaptada, nunca saiu das páginas dos livros para tomar forma em outro veículo. Para ajudá-lo em um projeto de tal magnitude e que mistura televisão e cinema de forma tão inovadora, o cineasta conta com a ajuda do roteirista e parceiro de longa data Akiva Goldsman, que trabalhou com ele em diversas ocasiões, inclusive em Uma Mente Brilhante, pelo qual ambos ganharam o Oscar. "Temos nos encontrado e falado e tenho lido e pesquisado e, basicamente, vivido [com o livro]. Tenho repassado as coisas constantemente, tenho escutado novamente os áudio books no meu iPod e estamos mandando e-mails um para o outro questionando 'E se usarmos essa abordagem?' ou 'O que você acha dessa ideia?'. Estamos encontrando o formato e avançando rapidamente, agora, o mais rápido que podemos, e me sinto desafiado das formas mais empolgantes", contou.

A série de romances em sete volumes que está tirando o sossego do cineasta trata da história de Roland Deschain, o último membro de uma ordem de pistoleiros. Ele é a última esperança da humanidade e tem a missão de salvar a civilização, tarefa que exige que encontre a Torre Negra. Anteriormente, J.J. Abrams (Lost), fã confesso da história, estava escalado para adaptá-la, mas acabou deixando o projeto de lado.

A produção ficará por conta de Brian Grazer, outro parceiro de Ron Howard de vários trabalhos, como Frost/Nixon, por exemplo. O filme/série A Torre Negra ainda não recebeu um sinal verde oficial mas, em setembro, a Universal Pictures e a NBC revelaram os planos de executar o projeto multimídia, a primeira empresa cuidando da parte de cinema e, a segunda, da de televisão.

Curiosamente, apesar de todo o seu envolvimento com a trama, Howard está comprometido apenas com a direção do primeiro longa-metragem e da primeira temporada da série.

Enquanto o premiado diretor se concentra na obra de Stephen King, não há confirmação se ele irá abraçar a nova adaptação para o cinema do livro de Dan Brown O Símbolo Perdido que, conforme foi informado por este site, será levado às telonas em breve e com roteiro do próprio Dan Brown.